Cinemas e Independência V

Ciclo de Cinema ao ar livre com a curadoria de Olivier Hadouchi

Slider de Eventos

Qual é a herança, o alcance e o significado das independências africanas – por vezes adquiridas após lutas particularmente violentas e difíceis – para os descendentes de africanos, filhos de impérios desfeitos que vivem na Europa ou em África e mantêm relações com os dois continentes? Mesmo quando surgem indiretamente, as convulsões das guerras pela independência africana alimentam as obras de artistas nascidos várias décadas depois.


FILME

Independência (2015)
Fradique (Mário Bastos) / Angola / 105 min

A partir de memórias da situação colonial em Angola, este documentário revela os passos iniciais da luta de libertação e percorre alguns dos seus principais cenários, procurando criar diálogos entre as gerações que participaram na luta e as que nasceram depois de 1975.

Realização Fradique (Mário Bastos)
Produção e co-realização Paulo Lara e Jorge Cohen
Consultoria histórica Conceição Neto
Direção de fotografia Kamy Lara
Distribuição Geração 80


Jardim de Verão: Ciclo de Cinema

Este ciclo de cinema ao ar livre realiza-se em 6 sessões no âmbito da exposição Europa Oxalá e está integrado na programação do Jardim de Verão 2022.

Saber mais

A Fundação Calouste Gulbenkian reserva-se o direito de recolher e conservar registos de imagens, sons e voz para a difusão e preservação da memória da sua atividade cultural e artística. Caso pretenda obter algum esclarecimento, poderá contactar-nos através de [email protected] .

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.