Política da Qualidade

Qualidade, Ambiente, Saúde e Segurança no Trabalho e Responsabilidade Social

A presente Política resume as principais orientações da Fundação Calouste Gulbenkian relativas à forma de atuação de todos os seus Colaboradores e evidencia o comprometimento do Conselho de Administração com as temáticas da qualidade, do ambiente, da saúde e segurança no trabalho e da responsabilidade social, incluindo os requisitos das normas de referência aplicáveis, respetivamente NP EN ISO 9001, NP EN ISO 14001, OHSAS 18001 e SA 8000. O seu conteúdo foi definido com base nos Estatutos e no “Código de Conduta”, tendo em conta as especificidades resultantes da natureza fundacional da Instituição e a diversidade das atividades.

A Fundação pretende consolidar e elevar, de forma sustentada, o seu desempenho institucional em termos de excelência, responsabilidade, independência e rigor em todas as suas áreas de intervenção nomeadamente na Arte, na Beneficência, na Ciência e na Educação.

Nesta perspetiva, todos os Colaboradores da Fundação devem ter consciência da importância do seu contributo para o desempenho global da Fundação pelo que, independentemente das suas funções e áreas de atividade, devem desenvolver o seu trabalho de forma coerente com os interesses da Fundação e de todas as outras Partes Interessadas.

 

Como princípios de atuação diária, consideram-se:

  • Brio Profissional
    Todos os Colaboradores devem ser exigentes consigo próprios no sentido de desempenharem as suas funções com o rigor devido, quando aplicável estarem atentos às necessidades dos seus Beneficiários e Públicos principalmente para os que evidenciam necessidade de apoio específico e contribuírem, proativamente, para a identificação e implementação de oportunidades de melhoria.
  • Espírito de Equipa
    As Direções devem promover o espírito de equipa intra e interdepartamental no sentido de prevalência da visão e interesses gerais de modo a que cada Colaborador contribua, de forma orientada e otimizada para esse propósito.
  • Cumprimento de Requisitos
    Cada área de atividade deve assegurar a prestação dos serviços de forma coerente com todos os requisitos aplicáveis a todas as vertentes do sistema de gestão da qualidade, incluindo os que a Fundação considere mais relevantes para as diferentes Partes Interessadas.
    Para além de outros requisitos que a Fundação identifique ou subscreva, deve haver evidências do cumprimento de todas as questões de caráter legal e regulamentar relacionadas com as características dos produtos e serviços, com os aspetos ambientais, com os perigos para a saúde e segurança das Pessoas e com as questões relacionadas com responsabilidade social.
    A Fundação deve garantir que passa esta mensagem aos seus fornecedores e prestadores de serviços.
  • Promoção da Saúde e Segurança no Trabalho
    Todas as áreas de atividade devem dispor de mecanismos que assegurem a minimização dos riscos de exposição dos Colaboradores, incluindo Prestadores de Serviço.
  • Proteção do Ambiente
    Todas as áreas de atividade devem dispor de mecanismos que assegurem a redução do desperdício dos recursos e a prevenção da poluição decorrente dos respetivos impactes, bem como exercer a sua capacidade de influência nas diversas Partes Interessadas, com o intuito da proteção do ambiente.
  • Satisfação dos Beneficiários e dos Públicos
    Todas as áreas de atividade devem assegurar que os Beneficiários da ação da Fundação e os Públicos reconhecem a qualidade dos serviços prestados e ficam satisfeitos e motivados para manter a sua ligação à Fundação. Devem igualmente assegurar que são salvaguardados os interesses de outras Partes Interessadas.
  • Melhoria Contínua
    Todas as áreas de atividade devem, de forma sistematizada, definir objetivos e desenvolver ações que contribuam para a melhoria contínua da eficácia e da eficiência do sistema de gestão da qualidade, em todas as suas vertentes, de modo a corresponderem aos requisitos de maior relevância para as diferentes Partes Interessadas e a contribuírem para a sustentabilidade dos resultados da Fundação.
  • Liderança e Governança
    As Direções devem ser exemplos de comprometimento com todos os princípios de atuação e assegurar, na medida do adequado, o desdobramento operacional da presente Política no âmbito de cada área de atividade e a implementação do respetivo sistema de gestão da qualidade em toda a sua plenitude.