Acesso a Educação

Promover o acesso a educação de qualidade, valorizando o mérito e o talento

Portugal apresenta valores de investimento em educação abaixo da média internacional, sendo um dos países que menos investe no ensino superior, segundo dados da OCDE. A melhoria da equidade na educação torna-se urgente.

Desde a sua criação, a Fundação Gulbenkian tem contribuído para que as pessoas tenham oportunidades iguais na educação, em todas as áreas do saber, das ciências às humanidades e às artes. Um trabalho de fundo que apoiou mais de trinta mil pessoas até ao momento, de Portugal a África e a vários países, transformando esta área de intervenção numa referência da Fundação.

Num país que enfrenta desafios à mobilidade social, com pouco investimento em educação e onde falta um ecossistema de estímulos para a excelência e para a criatividade na investigação e nas artes, a Fundação procura ajudar mais jovens a prosseguir educação de qualidade.

Ao trabalhar para melhorar o acesso à educação, a Fundação ambiciona fomentar a equidade social, em que as pessoas têm as suas oportunidades marcadas menos pelas diferenças de origem social e mais pelo seu mérito, e preparar as próximas gerações para contribuírem para o bem-estar da sociedade através dos seus talentos e da sua liderança.

Abordagem

A investigação é clara a demonstrar a existência de uma forte relação entre nível socioeconómico e indicadores de educação das pessoas, como o desempenho escolar e o nível académico alcançado, repetências e o abandono académico. Inverter a situação passa por uma mudança sistémica, em que uma das ações fundamentais passa por atribuir mais e melhores bolsas de estudo.

As Bolsas Gulbenkian procuram identificar alunos de elevado potencial e dar-lhes as condições para colmatar situações sociais adversas, desenvolver os seus talentos e estimular trabalho em determinadas áreas, não consideradas prioritárias por governos e agências de financiamento, mas fundamentais para a construção de uma sociedade sustentável.

Ao atribuir bolsas de estudo, assegura-se o acesso a educação de alta qualidade e transforma-se talento potencial num desempenho inovador. Desta forma, as Bolsas Gulbenkian contribuem para melhores oportunidades de empregos.

Principais áreas de atuação

Mérito no ensino superior

Apoiamos alunos de mérito no ensino superior, de qualquer área do conhecimento, com menos capacidade económica, desde o primeiro ano de licenciatura até à conclusão do mestrado.

A bolsa atribuída contempla ainda o apoio para um período de estudos fora de Portugal. Com este apoio à mobilidade internacional, pretende-se que mais estudantes tenham a oportunidade de estudar fora, e assim, conhecerem e adaptarem-se a diferentes realidades, e de desenvolver a resiliência, competências diferenciadoras quando mais tarde ingressam no mercado de trabalho.

Novos Talentos em investigação

Novos Talentos é um programa integrado de identificação e desenvolvimento de talento que proporciona ao bolseiro, além do apoio financeiro, acompanhamento por um tutor, workshops formativos e o acompanhamento por uma comissão científica.

Cremos que a descoberta de jovens talentos é mais difícil de ser alcançada numa educação de massas e, por isso, adotamos uma abordagem que visa a criação de uma experiência imersiva de estímulo ao trabalho de investigação.

Formação em artes

De forma a facilitar a entrada e a continuidade na carreira artística, apoiamos a formação académica e técnica de jovens artistas através da atribuição de bolsas para estudos no estrangeiro.

Com este programa, pretendemos contribuir para a expansão de horizontes através do acesso à internacionalização e à criação de redes globais, em escolas que colocam os artistas no centro da criação.

África

As bolsas dirigidas a estudantes oriundos de países em desenvolvimento são um instrumento importante para aumentar o número de recursos humanos qualificados nos países de origem e promover o acesso ao ensino superior baseado no mérito.

Deste modo, pretendemos contribuir também para a inclusão social de estudantes que de outra forma não teriam capacidades financeiras para ingressar no ensino superior.

Com este programa de bolsas, acreditamos estar a promover a mobilidade educacional e científica e a contribuir para o desenvolvimento da sociedade nos países de origem, através dos bolseiros.

 

 

 

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.