Políticas de prevenção

Instituição privada de utilidade pública, a Fundação Calouste Gulbenkian tem como propósito fundamental melhorar a qualidade de vida das pessoas através da arte, da beneficência, da ciência e da educação, e contribuir para a construção de uma sociedade mais justa, solidária e sustentável.

 

De forma a cumprir o seu propósito fundamental, os colaboradores da Fundação orientam-se por regras e princípios de natureza ética e deontológica, com elevados padrões de conduta moral e profissional, conforme definido no Código de Conduta dos Colaboradores da Fundação Calouste Gulbenkian e no Código de Boa Conduta para Prevenção e Combate ao Assédio no Trabalho. Como complemento a estes dois Códigos de Conduta, a Fundação promove ainda uma Política de Prevenção contra a Exploração e Abuso Sexual assente no princípio da tolerância zero perante qualquer tipo de comportamento abusivo entre colaboradores ou para com terceiros – pessoal relacionado, beneficiários ou público em geral envolvidos nas mais diversas atividades da Fundação Calouste Gulbenkian.

A Fundação está atenta a todas as situações que indiciem uma possível violação da política acima referida e assegura uma investigação atempada e rigorosa nos casos em que possam estar envolvidos quaisquer dos seus colaboradores, pessoal relacionado e beneficiários.

Para reportar situações de incumprimento das normas de conduta ou qualquer outro tipo de abuso: