19 Novembro 2019 Sustentabilidade

Os 14 magníficos LEAPers

Já foram selecionados 14 participantes para a primeira edição do LEAP – Policy Development Initiative, um programa de formação para desenvolvimento de melhores políticas públicas que dedica o seu primeiro ano à Produção e Consumo Sustentáveis.

LEAP – Policy Development Initiative © Márcia Lessa
LEAP – Policy Development Initiative © Márcia Lessa

Durante os próximos meses, cada participante vai trabalhar na sua policy research sobre um tópico específico, contando com o apoio de mentores temáticos, do ICPA – International Centre for Policy Advocacy, do IES – Social Business School, e da Fundação Calouste Gulbenkian.

Os 14 participantes e respetivas temáticas são:

  1. Cláudia Correia, do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, com o tema “Searching for Portuguese Sustainable Management of Anadromous’ Fisheries: Role of Stakeholders’ Groups”;
  2. Inês Trigo, da Direção-Geral de Política do Mar, com o tema “How to promote sustainable seafood consumption in Portugal? A glimpse with campaigns as a starting point”;
  3. Ana Matias, da Sciaena – Associação de Ciências Marinhas e Cooperação, com o tema “Shaping Portuguese diet towards more sustainable, healthy and eco-friendly seafood eating habits”;
  4. Cristina Amaro da Costa, do Instituto Politécnico de Viseu – Escola Superior e Agrária, com o tema “What is the best policy to reduce the ‘un’sustainable use of pesticides in Portugal”;
  5. Cecília Delgado, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, com o tema “Policy instruments to increase peri-urban land availability for organic food production in Portugal, based on a multi-stakeholder approach”;
  6. Lia Cavaleiro, da Secretaria-Geral do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, com o tema “Equality in the access of the Portuguese population to sustainably-produced food: studies for a behaviourally informed policy”;
  7. Denis Hickel, consultor da Fundação Gonçalo da Silveira, com o tema “Translating National Policies to Place: Co-creative participation to foster sustainable food system in Torres Novas”;
  8. Sérgio Pedro, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra,  com o tema “Analysis of the impact of the ecosystem services provided by the agricultural sector and the viability of an ecosystem services valorisation and incentives policy”;
  9. Ana Marta Paz, do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), com o tema “Soil and biodiversity conservation in irrigated farming”;
  10. Carina Arranja, da FENAREG – Federação Nacional de Regantes de Portugal, com o tema “How to ensure water supply to have irrigation in the future? A path for sustainability”;
  11. Ricardo Próspero, do GEOTA – Grupo de Estudos em Ordenamento do Território e Ambiente, com o tema “Expansion of irrigated farming versus water scarcity in Portugal”;
  12. Pedro Bragança, da AMT – Autoridade da Mobilidade e Transportes, com o tema “Economics of the transition from fossil fuels vehicles to electric vehicles”;
  13. Raquel Gaião Silva, da BlueBio Alliance, e com o tema “Substantiating evidences to inform decision making on regulation of Genetic Resources on Mainland maritime territory”;
  14. Ekaterina Solomina, consultora da Dolphinaria Free Europe, com o tema “Food Waste Reduction: Optimising Third Sector Driven Interventions”.

 

Até julho de 2020, cada participante terá que preparar um policy study, um policy brief, e um plano de advocacy para promoção dos resultados da sua policy research junto de decisores, com o objetivo último de contribuírem para melhores políticas públicas com base em evidências.

Ver projeto Atualização em 21 Novembro 2019