Sobre o Programa

Desde 2003, o Programa Gulbenkian Parcerias para o Desenvolvimento (PGPD) tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e de Timor-Leste, através do reforço das capacidades das pessoas e organizações desses territórios e do fomento de redes e parcerias em prol do desenvolvimento sustentável.

O alinhamento com as agendas dos países nas diferentes áreas é uma das marcas identificadoras de todos os projetos em que intervimos e visa a apropriação dos processos e resultados obtidos numa lógica de sustentabilidade futura. São privilegiados projetos próprios ou em parceria, nas áreas da educação e saúde – essenciais em estratégias de redução da pobreza – e nas artes – pilar de construção de identidade e soberania dos países – potenciadas pela experiência da Fundação.

 

Eixos e atividades

Contribuição para o reforço das instituições e melhoria das competências dos recursos humanos

  • Fomento e qualificação da criação artística;
  • Fortalecimento da capacidade institucional do sistema educativo, ao nível do ensino básico e superior e do fomento da cultura científica;
  • Capacitação em unidades de saúde para melhoria da qualidade dos cuidados materno-infantis ou diferenciação dos serviços de referência, que respondam a mudanças de perfis epidemiológicos;
  • Qualificação profissional dos recursos humanos da educação e da saúde.

 

Contribuição para o desenvolvimento e reforço de capacidades científicas no domínio das Ciências da Saúde

  • Desenvolvimento e consolidação do CISA – Centro de Investigação em Saúde de Angola;
  • Participação em parcerias para o fomento e produção de conhecimento científico;
  • Apoio a projetos de investigação, promovidos localmente, em áreas prioritárias das políticas de saúde dos países.

 

Capacitação e mobilização da sociedade civil

  • Robustecimento técnico e financeiro das ONGD portuguesas e ONGD locais;
  • Apoio a projetos piloto promotores de sustentabilidade das comunidades locais, no âmbito da melhoria da segurança alimentar

 

Redes e parcerias internacionais

A Fundação Calouste Gulbenkian participa em redes multilaterais, procurando catalisar parcerias e dar uma maior projeção internacional aos seus parceiros.

  • Membro da Global Network of Foundations Working for Development promovida pelo Centro de Desenvolvimento da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico).
  • Representante das Fundações no Steering Committe da Global Partnership for Effective Development Cooperation, uma plataforma que articula governos, setor privado e sociedade civil para alcançar um maior impacto e eficácia nas políticas de desenvolvimento.
  • Parceiro da European Foundations Initiative for Neglected Tropical Diseases, apoiando a criação e consolidação da African Research Network for Neglected Tropical Diseases.
  • European and Developing Countries Clinical Trials Partnership (EDCTP), no apoio de candidaturas dos PALOP ao concurso de capacitação das Comissões Nacionais de Ética e Assuntos Regulamentares.

Metodologia e ações

Com a preocupação de apoiar “nichos órfãos” da ajuda ao desenvolvimento tradicional, e rentabilizar os seus recursos e dos parceiros, o PGPD surge como complemento que permite a execução dos projetos. A metodologia usada tem em conta a natureza e dimensão dos problemas, com o objetivo de estabelecer parcerias e partilhar responsabilidades entre todos os intervenientes. As ações, inscritas nos eixos do PGPD consistem em:

  • Desenvolvimento de “projetos especiais”;
  • Lançamento de concursos, para apoio a projetos a executar por terceiros;
  • Apoio a projetos avulsos apresentados por terceiros, sendo que a avaliação e seleção dos mesmos se efetuará duas a três vezes por ano, com base em critérios de relevância, pertinência, sustentabilidade e proporcionalidade de meios.

Conselho Consultivo

A Fundação Calouste Gulbenkian tem a preocupação de acompanhar e avaliar a adequação da estratégia do PGPD à dimensão e complexidade dos desafios que são colocados no domínio da cooperação para o desenvolvimento. Para tal, conta com a participação de um Conselho Consultivo independente constituído por: Embaixador António Monteiro (Presidente), António Costa e Silva, Manuel Sobrinho Simões, Nuno Mota Pinto e Ricardo Soares de Oliveira.

Contactos

Programa Gulbenkian Parcerias para o Desenvolvimento
Fundação Calouste Gulbenkian
Av. de Berna, 45A
1067-001 Lisboa
Email: pgpd@gulbenkian.pt