Melhoria dos cuidados em saúde

A Fundação Gulbenkian reforça as áreas de oncologia, saúde materno-infantil e investigação científica nos PALOP

 

A aposta da Fundação Gulbenkian nos cuidados de saúde nos PALOP passa pelo reforço dos hospitais e dos profissionais de saúde na área da oncologia em Moçambique e Cabo Verde e na área da saúde materno-infantil em Angola. 

No campo da investigação, a Fundação contribui para o reforço das capacidades científicas e de pesquisa em ciências da saúde, através do CISA e do apoio ao desenvolvimento das carreiras científicas dos investigadores destes países.  

 

Diagnóstico e tratamento de doenças oncológicas

Moçambique e Cabo Verde atravessam um período de transição epidemiológica que resulta do envelhecimento da população e das alterações dos hábitos de consumo, fatores que causam um aumento da prevalência de mortalidade associadas às doenças cardiovasculares e oncológicas e à diabetes entre os adultos, com especial incidência nas mulheres.

As doenças oncológicas são uma das principais causas de morte entre a população adulta, com especial peso entre as mulheres. No entanto, pouca ou nenhuma atenção é dada a este assunto pelos doadores internacionais.

 

Saúde materno-infantil

Angola apresenta taxas de mortalidade materno-infantil preocupantes e uma insuficiência qualitativa e quantitativa de pessoal clínico. O eixo da saúde materno-infantil tem como principal objetivo reduzir a taxa de mortalidade neonatal em pelo menos 5 % no principal hospital para o atendimento materno e neonatal de Angola, a Maternidade Lucrécia Paim, com uma média de 80 crianças por dia).

 

Investigação em saúde

A investigação em saúde contribui significativamente para a melhoria das condições de saúde, tendo um efeito de alavanca na criação e desenvolvimento dos sistemas científicos dos países em desenvolvimento. 

A Fundação Gulbenkian apoia a consolidação do CISA, reforça competências dos centros de investigação dos PALOP no desenvolvimento e gestão da investigação em saúde e fomenta o desenvolvimento das carreiras científicas dos investigadores nesta área.