IANDA Guiné Saúde

Formação avançada em anestesiologia, cirurgia geral e cirurgia ginecológica na Guiné-Bissau

 

Área de atuação: Formação em Saúde 
Principal financiador: União Europeia – 11.º Fundo Europeu de Desenvolvimento 
Cofinanciadores: Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. e Fundação Calouste Gulbenkian
Gestão: Fundação Calouste Gulbenkian
Parceiros técnicos:Escola de Medicina da Universidade do Minho, Ordem dos Médicos de Portugal e da Guiné-Bissau, Hospital Nacional Simão Mendes, Hospital Pediátrico S. José de Bôr e Hospital de Cumura
Localização: Guiné-Bissau
Beneficiários: Ministério Nacional da Saúde Pública da Guiné-Bissau, 24 médicos de clínica geral guineenses 
Fase do Projeto: Em Desenvolvimento 
Duração: 2020-2023 
ODS: 3. Saúde de qualidade

Hospital de Cumura Guiné-Bissau

O objetivo deste projeto é a formação avançada de médicos guineenses de clínica geral nas áreas clínicas da anestesiologia, cirurgia geral e cirurgia ginecológica, robustecendo o sistema de saúde e os cuidados de saúde materno-infantis na Guiné-Bissau, promovendo a sua descentralização e a diminuição de evacuações para fora do país.

 

Prova de avaliação IANDA Guiné Saúde

O modelo formativo será desenvolvido de forma modular, com formação teórica e prática, na Guiné-Bissau e em Portugal, num total de 13 meses – 10 na Guiné-Bissau e 3 em Portugal – complementada com ensino a distância para acompanhamento, formação e avaliação.

A capacidade cirúrgica das três instituições hospitalares guineenses envolvidas será reforçada e a formação local dos médicos vai aumentar a capacidade local para responder às necessidades básicas da população em termos de cirurgia, bem para posteriores formações especializadas na área cirúrgica.


Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Este projeto contribui para a seguinte meta

 

Meta 3.c

Aumentar substancialmente o financiamento da saúde e o recrutamento, desenvolvimento, formação e retenção do pessoal de saúde nos países em desenvolvimento, especialmente nos países menos desenvolvidos e nos pequenos Estados insulares em desenvolvimento

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.