19 julho 2018 Prémios Gulbenkian

Vencedores Prémios Gulbenkian 2018

Direitos Humanos, Conhecimento, Coesão e Sustentabilidade

Prémio Calouste Gulbenkian 2018 – Article 19

Prémio Calouste Gulbenkian 2018, no valor de 100 mil euros, foi atribuído à Article 19, uma organização não-governamental internacional que se dedica, desde 1987, à defesa do direito à liberdade de expressão e cujo nome foi inspirado no Artigo 19 da Declaração Universal dos Direitos Humanos que estabelece esse direito e que este ano celebra o seu 70º aniversário.

O Prémio Calouste Gulbenkian distingue instituições ou pessoas que se tenham destacado na defesa dos direitos humanos.

A nível nacional, vencedores dos Prémios Gulbenkian 2018 são os seguintes:

  • Na área do Conhecimento, a Associação Cultural O Espaço do Tempo, umcentro multidisciplinar de residência e experimentação artística e uma referência no campo das artes performativas criado pelo bailarino e coreógrafo Rui Horta em Montemor-o-Novo;
  • Na área da Coesão, o projeto É uma Casa, Lisboa Housing First, promovido pela Associação “Crescer na Maior” e que dá resposta ao problema dos sem-abrigo na cidade de Lisboa, disponibilizando habitações a pessoas em situação de exclusão e vulnerabilidade social;
  • Na área da Sustentabilidade, a Coopérnico, única cooperativa de energias renováveis existente em Portugal, com atividade nas áreas da produção, comercialização e eficiência energética.

No valor de 50 mil euros cada, estes prémios distinguem projetos de relevo no âmbito das três áreas prioritárias de intervenção da Fundação Gulbenkian: Conhecimento, Coesão e Sustentabilidade.

Os prémios Calouste Gulbenkian e Gulbenkian Conhecimento, Coesão e Sustentabilidade foram entregues no dia 20 de julho, Dia Calouste Gulbenkian, numa cerimónia presidida pelo Presidente da República. À cerimónia seguiu-se um concerto da Orquestra Gulbenkian com a Orquestra Geração, dirigidas pelo maestro José Eduardo Gomes.

 

Ir para Prémios Gulbenkian