9 Outubro 2019

Mais de 300 participantes na primeira Lisbon Summer School ADESTE+

Os públicos da cultura estiveram no centro da discussão em setembro, com um extenso programa de workshops, visitas, debates, masterclasses, laboratórios e estudos de caso em que participaram cerca de 350 pessoas.

Adeste+ Summer School
Adeste+ Summer School

Os públicos da cultura estiveram no centro da discussão em setembro, com um extenso programa de workshops, visitas, debates, masterclasses, laboratórios e estudos de caso em que participaram cerca de 350 pessoas.

Durante cinco dias, de 23 a 27 de setembro, centenas de profissionais da cultura, representantes de organizações e formuladores de políticas públicas de toda a Europa passaram pela Fundação Calouste Gulbenkian para discutir os públicos e audiências na cultura, na primeira Lisbon Summer School ADESTE +.

Em pequenos grupos de estudo ou sob a forma de conferência internacional – “Empowering Audiences, Reimagining Culture” [Capacitar o Público, Repensar a Cultura], a 25 e 26 de setembro –, ao longo de quase uma semana discutiram-se os mais recentes desafios e perspetivas sobre a participação cultural nos nossos dias, na tentativa de perceber como o paradigma da participação está a mudar a cultura.

Além da apresentação de vários projetos (case studies), tais como a iniciativa PARTIS – Práticas Artísticas para a Inclusão Social ou os modelos de participativos de programação adotados por Miriam Tscholl no Dresden State Theatre (Alemanha) ou por Sally Shaw na galeria de arte Firstsite (Inglaterra), estiveram presentes convidados como Mercedes Giovinazzo, mestre em Gestão das Artes que já passou por instituições como o Conselho da Europa ou o Fórum Universal das Culturas, Wayne Modest, curador e responsável pelo Research Center of Material Culture, os especialistas em democracia cultural Ana Zuvela e Steven Hadley, entre muitos outros.

O contexto nacional foi abordado na sua diversidade com a presença de projetos culturais variados, como “Dançando com a Diferença”, “Os Dias do Público” do Teatro São Luiz, o programa “Fronteira” do Museu do Douro, ou a programação para crianças e jovens do LU.CA – Teatro Luís de Camões.

Dos grupos de trabalho, que reuniram profissionais de 19 nacionalidades diferentes, resultaram cinco grandes questões para o futuro, que serão abordadas na próxima Summer School do projeto em Rjeka, na Croácia.

Esta foi a primeira de um ciclo de três Lisbon Summer Schools que decorrerá até 2021, no âmbito do projeto ADESTE+, de que a Fundação Gulbenkian faz parte. 

 

 

Veja os vídeos das sessões

Dia 01

Dia 01

Colocar o público no centro - o que significa? foi o tema em debate no primeiro dia da Adeste+ Lisbon Summer School.

Dia 02

Dia 02

Lluis Bonet da Universidade de Barcelona fala sobre o desenvolvimento de públicos como uma prática diária.

Dia 03

Dia 03

No primeiro dia da Conferência Internacional, Mercedes Giovinazzo fala sobre a importância da participação dos públicos nas atividades culturais.

Dia 04

Dia 04

Steven Hadley Ana Žuvela e Wayne Modest foram os convidados do segundo dia da Conferência internacional da Adeste+ Lisbon Summer School.

Dia 05

Dia 05

Alessandra Gariboldi e Anne Torreggiani encerram a Summer School colocando novas perguntas.