11 Agosto 2020 Parcerias para o Desenvolvimento

Gulbenkian reforça diagnóstico do cancro da mama em Cabo Verde

Apoio insere-se no projeto de melhoria do diagnóstico e tratamento das doenças oncológicas em Cabo Verde, criado pela Fundação em 2018.

© DR
Breast biopsies© DR

O material enviado para o Hospital Agostinho Neto, na Praia, composto por equipamento e consumíveis, vai permitir a realização de até 300 biópsias mamárias (e outras) por agulha grossa (Core Biopsy), contribuindo para reforçar a capacidade de diagnóstico oncológico, neste caso do cancro da mama, no país. De acordo com o Hospital, o material vai permitir melhorar a qualidade e segurança dos procedimentos pois é realizado em regime de ambulatório com anestesia local, ao contrário da biópsia excisional, método mais invasivo.

O projeto de melhoria do diagnóstico e tratamento das doenças oncológicas nos hospitais Agostinho Neto, na Praia, e Baptista de Sousa, no Mindelo, insere-se no “Plano estratégico nacional de controlo do cancro 2018-2022” de Cabo Verde e, além do reforço do equipamento clínico especializado, prevê a realização de estágios de formação de profissionais de saúde de Cabo Verde em Portugal e de profissionais formados localmente em Cabo Verde, por profissionais de saúde portugueses.

Tendo em conta as restrições devido à pandemia pela Covid-19, a mobilidade entre profissionais tem estado suspensa e as atividades têm sido realizadas a distância.