Maria João Pires

Orquestra Neojiba / Ricardo Castro

Slider de Eventos

Nas últimas temporadas, a presença de Maria João Pires na Gulbenkian Música tem sido uma constante como solista, e na companhia de músicos com quem partilha grande cumplicidade.  A convergência artística entre a pianista portuguesa e Ricardo Castro, pianista e maestro brasileiro, ficou documentada no álbum Résonance de l’originaire (2004), tendo desde então conhecido novos capítulos como a recente digressão a Espanha e França com a Orquestra Gulbenkian. Neste concerto, apresentam-se no Grande Auditório à frente da Orquestra Neojiba, agrupamento integrado num projeto de desenvolvimento social pela música inspirado no venezuelano El Sistema e fundado por Ricardo Castro em 2007.


Programa

Orquestra Neojiba
Ricardo Castro Maestro
Maria João Pires Piano

Carlos Gomes
Abertura da ópera O Guarani

Ludwig van Beethoven
Concerto para Piano e Orquestra n.° 3, em Dó menor, op. 37
1. Allegro con brio
2. Largo
3. Rondo: Allegro – Presto

— Intervalo de 20 min —

Jamberê Cerqueira
KAMARÁMUSIK
para berimbau, percussão e orquestra*
Solista – Raysson Lima

Heitor Villa-Lobos
Bachianas Brasileiras n.º 4
1.
Prelúdio (Introdução)
2. Coral (Canto do Sertão)
3. Ária (Cantiga)
4. Dança (Miudinho)

 

* Estreia em Portugal.


Informação Relacionada

Programa de sala (PDF 464 KB)

A Fundação Calouste Gulbenkian reserva-se o direito de recolher e conservar registos de imagens, sons e voz para a difusão e preservação da memória da sua atividade cultural e artística. Caso pretenda obter algum esclarecimento, poderá contactar-nos através de [email protected] .


Mecenas Principal Gulbenkian Música

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.