Finanças Públicas: Uma Perspetiva Intergeracional

– Francesco Franco, João Tovar Jalles, Luís Teles Morais, Tiago Bernardino

Estudo sobre Finanças Públicas numa perspetiva Intergeracional, que assume a sustentabilidade das Finanças Públicas como indissociável da redistribuição de recursos entre gerações: se as finanças públicas não forem sustentáveis, as famílias no futuro serão obrigadas a pagar mais impostos, receber menos benefícios ou desfrutar de menos serviços públicos.

Realizado por Francesco Franco da NOVA School of Business & Economics, Tiago Bernardino da Stockholm University e Luís Teles Morais da NOVA School of Business & Economics e Institute of Public Policy.

 

Policy Briefs

Na sequência dos resultados desta investigação, desafiámos as universidades a apresentar e discutir soluções para resolver a sustentabilidade futura das contas públicas e a reversão do declínio demográfico. Deste desafio resultaram duas propostas, desenvolvidas pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (ISEG) e pela Unidade de Investigação em Economia e Gestão da CATÓLICA-LISBON.

Ficha técnica

Edição:
1ª ed.
Idioma:
Português
Coordenação editorial:
Fundação Calouste Gulbenkian
Editado:
Lisboa, 2021
Páginas:
86 p.
Atualização em 26 agosto 2022

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.