Obra filosófica III: 1948-1961

Vieira de Almeida

Vieira de Almeida (1888-1962), Professor catedrático de História e Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, desempenhou um papel de incontestável relevo na vida e na cultura portuguesa do seu tempo.

Personalidade dotada de múltiplos dons (poeta, romancista, dramaturgo, ensaísta), foi sobretudo no ensino da Filosofia e na especulação filosófica que atingiu, entre nós, um nível raro se não ímpar.

Deve-se-lhe a introdução em Portugal da Lógica moderna a par de uma especulação de teor epistemológico, a qual, de raiz idealista, tendeu para uma convergência de teor neopositivista que o aproximou da Escola de Viena.

Na sua vasta obra filosófica, enfim, totalmente reunida, assumem particular relevo e singularidade A Impensabilidade da Negativa (1922) e Pontos de Referência (1961), o seu último livro. Mas, entre esses dois marcos, quantos outros livros de profundo saber e de penetrante finura crítica legou à cultura portuguesa! Um pouco ao acaso citem-se alguns: A Filosofia da Arte, Introdução à Filosofia, Paradoxos Sociológicos.

Escrito em 1945, os Paradoxos Sociológicos conservam a vitalidade do tema e dos autores em torno de quem se estabelece a análise (Rousseau, Comte e Marx). Pode mesmo observar-se no nosso tempo, diante de reais dificuldades, quando não do eco pungente de tragédia, o recrudescimento do interesse pelos problemas e uma hipertrofia desconexa da doutrina. O que é natural, ainda quando errado ou hipócrita, em um mundo em tarefa de reconstrução. Melhor ou pior, a obra é de análise, não de apologia, combate ou prédica. O autor não se dispensa de examinar qualquer doutrina, só por não concordar com ela (ou com elementos dela) nem se contenta com aplaudi-la, se algum (ou alguns) de seus aspetos o satisfaz.

 

(Da sinopse e introdução inicial)

Ficha técnica

Outras Responsabilidades:

Introd. de Joel Serrão e de Rogério Fernandes

Edição:
1ª ed.
Coordenação editorial:
Fundação Calouste Gulbenkian. Serviço de Educação
Editado:
Lisboa, 1988
Páginas:
Vol. 3, 640 p.
ISBN:
972-31-0737-6