O programa Blue Bio Value está de volta

Estão abertas as candidaturas para o programa que quer apoiar soluções sustentáveis para problemas globais e desenvolver um modelo económico com impacto positivo nos bio recursos marinhos.

A biotecnologia marinha permite desenvolver diversos produtos de elevado valor económico e com um impacto ambiental muito reduzido. É com base nesta premissa que funciona o Blue Bio Value, programa de empreendedorismo focado na biotecnologia marinha desenvolvido pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Fundação Oceano Azul com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de empresas, produtos ou serviços que tenham como base recursos biológicos existentes no mar.

Na sua edição de 2021, o programa Blue Bio Value vai apoiar dois tipos de participantes:

  • Startups e PMEs já existentes ou em vias de criação, que pretendam desenvolver competências e melhorar o seu modelo de negócio e estratégia de crescimento e escalar o seu negócio – será o Blue Bio Value Aceleração;
  • Estudantes, alumni, investigadores e novos empreendedores com ideias com potencial para criar novas ideias de negócio –  será o Blue Bio Value Ideação.

Independentemente do concurso a que se candidatam, os participantes têm de contribuir para o cumprimento de, pelo menos, um dos seguintes objetivos: diminuir a elevada pegada ambiental da alimentação; promover a saúde e o bem-estar humano recorrendo a produtos sustentáveis; reduzir os impactos negativos da crise climática; proteger os ecossistemas naturais e a biodiversidade; reduzir a poluição marinha.

Lançado em 2018, o Blue Bio Value Aceleração já acelerou 42 empresas, de 15 nacionalidades, que adquiriram competências de gestão de negócios e receberam orientação de mais de 50 mentores. Os participantes nas edições anteriores angariaram  mais de 7 milhões de euros em investimento; cerca de 70% destas startups expandiram a sua atividade.

As candidaturas para o Blue Bio Value 2021 (realizada em parceria com a Bluebio Alliance, BGI e MAZE) estão abertas até dia 26 de julho.

Mais informação em bluebiovalue.com