Fundação Gulbenkian apoia a criação e a formação artísticas

Novos apoios à criação artística, à formação de jovens artistas e à realização de exposições em França integram os concursos abertos até 30 de abril.
Pormenor Painel "Começar" de Almada Negreiros © Ricardo Oliveira Alves

Tendo em conta as necessidades atuais do setor cultural, a Fundação Gulbenkian decidiu apoiar a formação e a criação, individual e coletiva, nas várias dimensões artísticas.

Esta iniciativa, que representa um investimento de mais de um milhão de euros, surge em linha com o compromisso da Fundação de apoiar os artistas e as suas estruturas de criação, privilegiando os criadores mais originais e inovadores.

Para a Presidente da Fundação Gulbenkian, Isabel Mota, estes apoios são “uma aposta na continuidade do trabalho e na capacidade de criação dos nossos artistas, em tempos difíceis, bem como um incentivo à formação dos jovens no estrangeiro, através da concessão de bolsas”.

O apoio às artes será concedido através de concursos em três áreas distintas: Bolsas de formação no estrangeiro em artes visuais, artes performativas e música (num total de 600.000€), Apoio à Criação Artística de obras originais nas áreas das artes visuais, cinema, dança e teatro (350.000€) e Apoio à realização de exposições em França (200.000€), através da Delegação da Fundação em Paris. Podem candidatar-se os artistas portugueses que residam e trabalhem em território nacional ou instituições privadas sem fins lucrativos de produção artística.

A Fundação Gulbenkian pretende assim chegar a um maior número de agentes artísticos, acompanhando a progressiva multidisciplinaridade da criação contemporânea.

Complementarmente a este apoio, a Fundação mantém a sua estratégia de aquisição anual de obras de arte contemporânea para a coleção do Centro de Arte Moderna, que este ano contará com um investimento na ordem dos 500.000€.