Estudantes de Artes recebem bolsa para formação no estrangeiro

Os vinte vencedores das Bolsas Gulbenkian de Formação em Artes no Estrangeiro espalham-se um pouco por todo o globo, da Europa aos Estados Unidos, nas áreas das Artes Visuais, Cinema, Dança, Teatro e Música.

As Bolsas de Formação em Artes no Estrangeiro apoiam a formação académica e técnica em artes no estrangeiro de estudantes que se encontrem a frequentar mestrados ou pós-graduações. Este ano, foram atribuídas 20 bolsas, que irão permitir a formação de estudantes em países como Espanha, França, Suiça, Alemanha, Suécia, Países Baixos e Estados Unidos.

Apoiando as vertentes das artes visuais, artes perfomativas, música e cinema, as bolsas concedidas pretendem ainda possibilitar a concretização de projetos formativos, sem obtenção de grau académico, que estimulem a especialização, a formação contínua e a valorização das carreiras profissionais.

As bolsas são atribuídas para formações com um período mínimo de três meses e até um período máximo de 12 meses, podendo ser renovadas em casos que apresentem um plano de estudo até 24 meses.

O valor da bolsa inclui uma mensalidade de 1.500 € para países da zona euro, ou equivalente para outros destinos; um valor único de 1.000 € para despesas de instalação e de 500 € para viagens; e até 5.000 € para propinas, pago mediante apresentação de comprovativos.

Artes visuais

  • Hugo Miguel da Costa Amorim (Benveniste contemporary, Madrid, Espanha)
  • Inês Carvalho Henriques (Zürcher Hochschule der Künste, Zurique, Suiça)
  • Luzia Carriço Cruz  (Hochschule für bildende Künste Hamburg, Hamburgo, Alemanha)
  • Ana Beatriz Miguel Neto (Malmö Art Academy – Lund University, Malmö, Suécia)
  • Gonçalo Filipe Pimenta Gameiro (Staatliche Hochschule für Bildende Künste – Städelschule, Frakfurt, Alemanha)

 

Teatro

  • Madalena Rodrigues Marques (Université Rennes 2, Rennes, França)

 

Cinema

  • Bruno Miguel Pereira Pinto (The Los Angeles Film School, Los Angeles – Califórnia, Estados Unidos da América)
  • Gabriela Giffoni Leal de Souza (Elías Querejeta Zine Eskola, Bilbao, Espanha)
  • Francisco Borges Figueiredo Ascenso Pires (Elías Querejeta Zine Eskola, Bilbao, Espanha)

 

Dança

  • João Pedro Dinis De Pinho (Universiteit van Amsterdam, Amesterdão, Países Baixos)
  • Alina Mariel Ruiz (Amsterdam University of the Arts – Academy of Theatre and Dance, Amesterdão, Países Baixos)
  • Leonor Lopes Mendes (New York University – Tisch School of the Arts, Nova Iorque, Estados Unidos da América)

 

Música

  • António Albuquerque Teixeira Lopes (Conservatoire National Supérieur de Musique et de Danse de Paris, Paris, França)
  • Francisco Rafael dos Santos Pinto (Conservatorium van Amsterdam, Amesterdão, Países Baixos)
  • Isabel Maria de Sousa Carvalho e Santos Vieira (Hochschule für musik Freiburg, Friburgo, Alemanha)
  • Maria Teresa Casaca dos Santos   (Mozarteum University, Salzburgo, Áustria)
  • Renata Gonçalves Alexandre Fonseca Cardoso (Rice University's Shepherd School of Music, Huston Texas, Estados Unidos da América)
  • Catarina Silva Coelho (Fundació Conservatori Liceu, Barcelona, Espanha)
  • José Rodrigo Almeida Costa (Basel Hochschule für Musik, Basileia, Suiça)
  • João Tomás Faria de Abreu (HEM – Haute École de Musique de Genève, Genebra, Suiça)
Atualização em 14 novembro 2022

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.