Campos da Matemática em Cabo Verde

Depois de São Tomé e Príncipe, é a vez de Cabo Verde receber os primeiros Campos da Matemática Gulbenkian.
Campos da Matemática em Cabo Verde © Ruben Correia (Uni-CV)

Esta primeira edição em Cabo Verde, que se realiza de 19 a 30 de julho, vai contar com 40 alunos, selecionados de um conjunto de mais de 300 e cuja média do 10.º ano é superior a 16 valores.

A iniciativa da Fundação Calouste Gulbenkian, em parceria com a Universidade e o Ministério da Educação de Cabo Verde, pretende estimular o gosto dos jovens pela matemática e ajudá-los a atingir o seu máximo potencial. Os Campos da Matemática promovem atividades educativas que estimulam o interesse pela disciplina, aplicando-a na resolução de problemas do quotidiano e proporcionando aos jovens um ambiente privilegiado para descobertas e desafios, que estimulam a sua curiosidade e aumentam a motivação para a aprendizagem.

Os estudantes trabalham habilidades e estratégias, através de resolução de problemas, que facilitam a aproximação entre os conteúdos de matemática estudados e os conhecimentos vividos no seu quotidiano e desenvolvem ainda competências nas áreas da concentração, raciocínio lógico-dedutivo, cooperação, organização e autoconfiança.

Atividades práticas com os participantes © Ruben Correia (Uni-CV)
Campos da Matemática Gulbenkian em Cabo Verde
Os Campos da Matemática decorrem na Uni-CV © Ruben Correia

Os Campos da Matemática de Cabo Verde contam com a participação de 16 professores que, juntamente com os tutores, vão acompanhar os alunos nas atividades ao longo do ano.

Na próxima edição, a Universidade de Cabo Verde quer estender os Campos à cidade do Mindelo, contando com a participação dos estudantes provenientes das ilhas do barlavento cabo-verdiano.