11 milhões de euros para reforçar a Sociedade Civil

Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação Bissaya Barreto unem-se numa parceria inédita para gerir programa Active Citizens Fund/EEA Grants em Portugal
Cidadania Ativa

A Fundação Calouste Gulbenkian, em parceria com a Fundação Bissaya Barreto, foi selecionada pelo Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu para gerir um programa a nível nacional de 11 milhões de euros destinados a projetos da sociedade civil, no quadro do Active Citizens Fund/EEA Grants, financiado por recursos públicos da Noruega, Islândia e Liechtenstein. O anúncio foi feito no final de novembro e os trabalhos preparatórios para o lançamento do programa e dos primeiros concursos, em 2018, estão já a decorrer.

Até 12 de janeiro, as organizações não governamentais (ONG) portuguesas são convidadas a participar na consulta online promovida pelo consórcio Fundação Calouste Gulbenkian-Fundação Bissaya Barreto, contribuindo para melhor ajustar o programa às suas necessidades ou ambições.

Concursos anuais

Com uma dotação de 11 milhões de euros, o novo programa irá desenvolver-se ao longo de sete anos, até 2024, e pretende apoiar projetos que reforcem a sociedade civil e a cidadania ativa, e que capacitem os grupos sociais mais vulneráveis. Os projetos a desenvolver deverão enquadrar-se em quatro áreas prioritárias de intervenção: Democracia, participação cívica e transparência; Direitos Humanos, igualdade de tratamento e não discriminação; Justiça social e inclusão de grupos vulneráveis; Eficácia na ação e sustentabilidade das ONG.

Os apoios serão concedidos mediante concursos a lançar anualmente entre 2018 e 2022, incidindo também sobre projetos de cooperação com entidades dos três países financiadores (Noruega, Islândia e Liechtenstein) e dos restantes 14 países beneficiários dos EEA Grants (Bulgária, Croácia, Chipre, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Grécia, Hungria, Letónia, Lituânia, Malta, Polónia, República Checa e Roménia).

Depois do Programa Cidadania Ativa (2013-2016), esta é a segunda vez que a Fundação Calouste Gulbenkian é selecionada por concurso para gerir em Portugal os fundos EEA Grants destinados à sociedade civil. A candidatura apresentada pela Fundação Calouste Gulbenkian, numa parceria inédita com a Fundação Bissaya Barreto, foi selecionada na sequência do concurso lançado pelo Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu em julho deste ano.

Atualização em 14 fevereiro 2018

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.