Estudo sobre a participação política dos jovens em Portugal

Portugal constitui um caso particular no que respeita à participação política dos jovens, na medida em que, ao contrário da maioria dos países europeus, a contínua baixa afluência às urnas dos jovens portugueses não é compensada pela sua participação noutras formas de atividade política, menos “elite-dirigidas” e não convencionais.

Partindo deste pressuposto, o Estudo sobre a Participação Política dos Jovens em Portugal pretende desenvolver uma análise comparativa da participação política deste grupo da população, com base nos dados do European Social Survey e de um inquérito representativo a realizar no âmbito deste Estudo, por meio de 1500 entrevistas presenciais. O Estudo desenvolverá também uma perspetiva qualitativa, composta por duas componentes metodológicas:

  1. uma análise da estratégia dos partidos políticos para a mobilização de jovens, através de observação documental e entrevistas a líderes e membros partidários;
  2. organização de focus groups e levantamento sintético de casos de estudo de novas formas de ativismo jovem, não convencionais e expressivas (artísticas/performativas).

O Estudo será realizado em parceria entre o CESOP-UCP, responsável pelas entrevistas e pelo inquérito, e o ICS-UL, o CIIE-UP e a GOVCOPP-UA, responsáveis pelo desenho do inquérito, pela análise e tratamento dos dados, pela realização dos focus groups e pela apresentação dos relatórios. Este estudo terá previsivelmente início no decurso de 2020 e estará concluído em 2021. Estas datas são indicativas pois tal dependerá da evolução da pandemia do COVID-19.