Sobre a representação portuguesa na Bienal de São Paulo durante o Estado Novo

À conversa com a convidada

Esta é a primeira de três conversas que abordam o tema da participação de artistas portuguesas nas Bienais de São Paulo e o caminho aberto à internacionalização contemporânea da arte portuguesa. A primeira centrar-se-á sobre as primeiras representações de Portugal — a primeira participação foi em 1951 — organizadas pelo Secretariado Nacional de Informação (SNI), órgão do Estado Novo responsável pela sua política cultural e pelas suas ações de propaganda política.

Com Lígia Afonso

Próximas sessões

Sobre a atividade:

Duração: 60 minutos

Mínimo de participantes: 10

Máximo de participantes: 25

Língua: Português

Preço: 4,00 €

Onde:

Ponto de encontro: Coleção Moderna

Abrir Google Maps

Detalhes da atividade:

Época:

Tipo:

Equipa educacional: