FCG Secção: Atividades Educativas

Da liberdade na arte e da arte enquanto liberdade – O 25 de Abril no Portugal em Flagrante

O 25 de Abril de 1974, com o fim da censura política, abriu portas a um vasto campo de ação artística, mais diretamente crítica e interventiva do que antes. A abertura política consequente permitiu o regresso de vários artistas que viviam fora de Portugal, observando-se, nos anos seguintes, o surgimento de propostas plásticas que representaram significativas novidades e desafios artísticos. Esta visita abordará obras da exposição Portugal em Flagrante, indo ao encontro de criadores e obras que fizeram desses anos momentos de reflexão, intervenção e provocação.

Orientação
Emília Ferreira

Próximas sessões

Sobre a atividade:

Duração: 60 minutos

Mínimo de Participantes: 10

Máximo de Participantes: 25

Idioma: Português

Preço: 6,00 €

Onde:

Ponto de Encontro: Museu Calouste Gulbenkian - Coleção Moderna

Abrir Google Maps