Bolsas de Mestrado para estudantes dos PALOP

Estas bolsas apoiam a realização de mestrado em instituições de ensino superior portuguesas para nacionais dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa – Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe – nas áreas das ciências exatas e naturais designadamente matemática, física, química e biologia. 

CandidaturaAberta

Documentos

Condições de Elegibilidade

  • Candidatos a mestrado (não serão consideradas candidaturas a mestrado integrado), com residência permanente no país de origem
  • Nível de licenciatura, numa universidade do país de origem com uma média de, pelo menos, 15 valores (escala de 0 a 20)
  • Idade limite para apresentação de candidatura: 30 anos, inclusive (nascidos a partir de 1994 inclusive)

Condições da Bolsa

A duração total máxima da bolsa será de 24 meses. A renovação pelo período de duração estipulada no plano de estudos e até ao referido limite temporal da bolsa (artigo 2 do Regulamento)

Valores de Bolsa

  • Valor mensal de 1.100€
  • Valor único de 1.100€ para despesas de instalação no 1.º ano do mestrado
  • Até 4.000 € para propinas a ser pago em 2 prestações
  • Comparticipação única para viagem entre Portugal e o país de origem:
    Cabo Verde e Guiné-Bissau 750€
    Angola, Moçambique e São Tomé e Príncipe 1.250€
  • Um seguro de acidentes pessoais em viagem

Como concorrer

  • Consulte o Regulamento disponível na zona de documentos e verifique os critérios de elegibilidade, assim como os documentos obrigatórios que devem ser anexados à candidatura
  • A candidatura é feita através da submissão de um formulário online, em português. Para aceder ao formulário de candidatura é necessário primeiro registar-se no website (consultar o documento Perguntas Frequentes, disponível na secção “Documentos” desta página)
  • Preencha todos os campos obrigatórios para submeter a candidatura, incluindo o carregamento da documentação exigida no regulamento
  • Evite submeter a sua candidatura nos últimos dias do prazo para prevenir possíveis dificuldades, nomeadamente na obtenção de cartas de recomendação
  • A Fundação Gulbenkian só assegura respostas até 2 dias úteis antes do final do prazo de submissão das candidaturas
  • Recomendamos que, antes de contactar a Fundação Gulbenkian, leia cuidadosamente as respostas às questões mais frequentes, consultando o documento Perguntas Frequentes, disponível na secção de “Documentos” desta página

A candidatura deve ser elaborada apenas pelo candidato a bolseiro. O concurso é gerido pela Fundação Gulbenkian, sediada em Lisboa, e a seleção dos candidatos é da responsabilidade de um júri independente.

A Fundação Gulbenkian não dispõe de colaboradores nos países de origem dos candidatos, pelo que quaisquer pedidos de esclarecimentos deverão ser submetidos online através deste formulário.

Atualização em 20 maio 2024

Definição de Cookies

Definição de Cookies

Este website usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. Podendo também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.