Performance: A obra sou eu! Apaga-me se quiseres

Slider de Eventos

Can you heal me? Can you hear me? Here? Me? O meu corpo, a minha tela, a minha voz. Silêncio. Silêncio enquanto olho para ti. Suspiro. Suspendo. Sustenho. Aqui, manifesto-me. Manifesto-te. Tudo o que eu quero é espaço. Olha para mim. Estou aqui. I am here.

Uma performance criada e interpretada por um aluno e seis alunas finalistas da Licenciatura em Dança da Escola Superior de Dança do Instituto Politécnico de Lisboa, construída num processo de criação colaborativa em torno da exposição Tudo o que eu quero. Artistas Portuguesas de 1900 a 2020

Uma iniciativa inserida na Fábrica de Projetos do Serviço Educativo do Centro de Arte Moderna. 


INFO ADICIONAIS

  • A performance começa na entrada principal do Museu Calouste Gulbenkian e requer levantamento de bilhete de entrada na exposição Tudo o que eu quero. Artistas Portuguesas de 1900 a 2020 (sujeito à lotação dos espaços)

Mecenas das Atividades Educativas do Museu


Relacionados