Novos olhares sobre a presença franciscana na Ásia

Um projeto de investigação apoiado pela Fundação Gulbenkian vai permitir aprofundar o conhecimento da presença dos franciscanos portugueses na Índia entre os séculos XVI e XIX.
Pormenor de Mapa topográfico das Ilhas e Províncias de Goa [1770-1777] © Biblioteca Nacional de Portugal

Intitulado Franciscanos na Ásia: espaços, agentes e documentos (1500-1834), o projeto é integralmente financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian e vai também contribuir para esclarecer os contextos socioculturais e políticos das relações entre Portugal e a Ásia nesse período.

Um colóquio recentemente organizado pelo Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa (CEHR-UCP) assinalou a conclusão deste projeto de investigação.

Especialistas nacionais e internacionais debateram as dinâmicas das missões portuguesas e europeias na Ásia, apresentando documentos, percursos biográficos e novas perspetivas de investigação, através de um estudo cruzado da presença patrimonial e humana da Ordem Franciscana na Ásia. Além do reconhecimento e cartografia dos espaços a ela associados, foram também reconstituídos percursos biobibliográficos dos seus agentes, tanto franciscanos, como da ordem das clarissas. Os resultados desta investigação serão em breve publicados.

O levantamento documental e a informação reunida até agora foram integrados numa base de dados, no Portal de História Religiosa do CEHR da Universidade Católica, em acesso aberto.

 

Saber mais