Homenagem a Eduardo Lourenço em Almeida

No dia em que Eduardo Lourenço completaria 99 anos, nasceu em Almeida um mural de azulejos em sua homenagem, assinado por Graça Morais.
© Biblioteca Municipal Maria Natércia Ruivo

A Câmara Municipal de Almeida, a Fundação Calouste Gulbenkian e a Galeria Ratton juntaram-se para a celebração do 99º aniversário de Eduardo Lourenço com arte, literatura e música.

O momento principal do dia foi a inauguração do memorial, projetado pelo arquiteto Tiago Montepegado e composto por uma lâmina vertical totalmente revestida a azulejo, da autoria da pintora Graça Morais.

O elemento escultórico ficará colocado na praça que em 2021 passou a designar-se “Largo Eduardo Lourenço”, evocando a memória do filósofo e ensaísta, natural da aldeia de São Pedro do Rio Seco, naquele concelho.

Sobre a data escolhida para a inauguração, 23 de maio, dia de aniversário do homenageado, a autora da obra lembrou que “no mês de maio o campo está cheio de flores e aquelas paisagens brutais ficam cheias de plantas silvestres”, com a convicção de que “Eduardo Lourenço, se estivesse vivo, iria ficar muito contente.”

Na homenagem, o administrador da Fundação, Guilherme d’Oliveira Martins, evocou o ensaísta enquanto “cultor de símbolos, interrogador de mitos, revelador de enigmas”, que nos últimos anos se dedicou à “reflexão crítica sobre o tempo de um certo retorno português à Europa e sobre o desafio de uma nova responsabilidade, centrada no encontro com a modernidade”.

A cerimónia incluiu ainda um momento musical com Carlos Pedro e, em colaboração com o Agrupamento de Escolas de Almeida, duas iniciativas para a comunidade escolar. Os alunos do 10º ano participaram no encontro e leitura de poesia “Ler Poesia com Eduardo Lourenço”, com Jorge Augusto Maximino e os alunos do 1.° ciclo do ensino básico, assistiram à “Hora do conto”, com Carlos Nuno Granja, em Vilar Formoso.

Atualização em 24 maio 2022

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.