6 Novembro 2013

André Gonçalves Pereira

Nasceu em Lisboa em 26 de Julho de 1936.   Doutor em Direito (1962) Professor Catedrático da Faculdade de Direito de Lisboa, por concurso de provas públicas (1970).
Na Faculdade de Direito tem regido várias cadeiras, mas a sua especialidade é o Direito Internacional Público.   O seu Manual de Direito Internacional Público que vai na 13ª edição é a obra fundamental em Portugal na matéria.

Foi o representante de Portugal na Comissão Jurídica da Assembleia Geral das Nações Unidas de 1959 a 1966.   Participou também em vários  organismos internacionais como a Unesco e Fundo Monetário Internacional.   Tem cerca de 20 livros e mais de 50 artigos publicados sobre temas jurídicos.   Tem leccionado em várias universidades estrangeiras  (Madrid, Paris, Columbia, Rio de Janeiro, etc).

Nunca foi militante partidário, mas foi várias vezes antes e depois do 25 de Abril, convidado para funções governamentais importantes.   Em 1981 e 82 foi Ministro dos Negócios Estrangeiros, era o único ministro independente.   Durante a sua gestão as principais questões eram as negociações com a CEE e a reconciliação com os países de expressão portuguesa.

Tem várias condecorações nacionais e estrangeiras.

Exerce activamente a advocacia desde 1959.   O seu escritório é um dos mais importantes de Lisboa, e é o único que se mantém desde então, por ser independente de grupos económicos como de forças políticas.

Representante de Portugal no Grupo de Reflexão que preparou a Reforma do Tratado de Maastricht em 1995.

Administrador da Fundação Calouste Gulbenkian e de várias Sociedades Comerciais.

Atualização em 10 Setembro 2019