Residência de Arte & Gastronomia «Eating Between Tides»

Financiamento para uma residência internacional de três meses destinada a projetos colaborativos focados em práticas alimentares sustentáveis e regenerativas.

CANDIDATURAS

Artistas e coletivos interessados em práticas alimentares sustentáveis e regenerativas. As candidaturas serão aceites apenas em inglês.

Documentos

A residência Eating Between Tides apoia projetos colaborativos entre arte e gastronomia.

Procuramos pessoas e coletivos, de preferência com carreiras e formação em áreas disciplinares diversas, que explorem de forma crítica e que investiguem novas formas de comer flexíveis e sustentáveis, procurando uma abordagem regenerativa à alimentação em ambientes urbanos, em resposta às alterações climáticas e à poluição global, com incidência na bioregião do Mar da Palha (Rio Tejo), em Lisboa.

Esta iniciativa, promovida pela Fundação Calouste Gulbenkian e a Câmara Municipal de Lisboa, integra o projeto piloto Bauhaus of the Seas Sails, financiado pelo Programa Horizonte Europa.

Condições de elegibilidade

  • O concurso destina-se a artistas e coletivos interessados em práticas alimentares sustentáveis e regenerativas;
  • Serão apenas aceites projetos orientados para Arte & Gastronomia, procurando a criação de trabalhos nas áreas das artes visuais, arte e práticas gastronómicas, transdisciplinares e comunitárias;
  • Cada artista/coletivo pode submeter apenas uma candidatura;
  • O projeto de residência e apresentações públicas finais terão de ser realizadas até 14 de dezembro de 2024;
  • As pessoas candidatas têm de ter ser maiores de 18 anos;
  • Fluência em português e, de preferência, também em inglês;
  • Podem candidatar-se artistas nacionais e internacionais, individual ou coletivamente.

O projeto submetido deverá ter a duração de três meses e realizar-se entre 10 de setembro e 1 de dezembro de 2024. A candidatura deverá conter uma proposta calendarizada de plano de trabalho e metodologia.

Resultados esperados

Durante o período da residência, em 2024, a pessoa ou coletivo selecionado deverá:

  • Desenvolver um projeto artístico em colaboração com uma escola e chefs locais para criar um menu regenerativo com ingredientes do Mar da Palha, orientado para beneficiar o ecossistema ribeirinho.
  • Incluir a participação em: pelo menos uma atividade educativa ou colaborativa orientada para a comunidade local, em conversas/conferências sobre o projeto, testar o menu regenerativo em escolas locais e em instituições culturais, nomeadamente no restaurante do CAM – Centro de Arte Moderna Gulbenkian e participar apresentações públicas no final da residência;
  • Submeter online o relatório final da investigação;
  • Disponibilizar a documentação do processo.

Condições oferecidas

  • Apoio financeiro de 10.000 €, que deverá incluir honorários, ajudas de custo e produção.
  • Acesso a espaços de trabalho equipados para o desenvolvimento do projeto, incluindo: estúdio; espaços de cozinha-laboratório; escola pública local onde o candidato irá participar num processo de cocriação do menu regenerativo; laboratórios de biologia, materiais e tecnologia (os candidatos também podem utilizar estes espaços como ateliers partilhados); arquivos locais e bibliotecas especializadas;
  • Orientação e apoio de profissionais com experiência nas áreas relevantes para o projeto, nomeadamente: o Chef da Fundação Calouste Gulbenkian / CAM – Centro de Arte Moderna Gulbenkian, que será o Chef Associado do projeto selecionado; a comunidade local, através do projeto comunitário “Food from the Block” na Biblioteca de Marvila; as equipas da Fundação Calouste Gulbenkian e do Thyssen-Bornemisza Art Contemporary – TBA21; profissionais dos laboratórios municipais e do ITI/IST especializados em materiais marinhos, incluindo historiadores, antropólogos e cientistas.
  • Acesso a zonas naturais no Mar da Palha (Rio Tejo) e zonas costeiras próximas;
  • Acesso a recursos e instituições locais;
  • Oportunidades de networking;
  • Alojamento não está incluído, mas poderão existir exceções.

Como candidatar-se

  • Faça o seu registo;
  • Antes de submeter o formulário de candidatura, verifique todos os critérios de elegibilidade. Aconselhamos a leitura do Regulamento e das Perguntas Frequentes;
  • As candidaturas só podem ser submetidas depois de preenchidos todos os campos obrigatórios e de carregada toda a documentação em inglês e em PDF, exigida pelo Regulamento:
    – CV (máx. 2 páginas A4);
    – Carta de apresentação (máx. 500 palavras);
    – Proposta de Projeto (máx. 4 páginas A4)
    – Portfólio (máx. 10 páginas A4)
  • No final, clicar no botão “submeter candidatura”. De forma a prevenir dificuldades na submissão das candidaturas, evite submeter a sua candidatura nos últimos dias do prazo.

Note que nem todos os locais de investigação estão adaptados para pessoas com mobilidade reduzida. Para informações sobre a acessibilidade e outros temas, contacte-nos através deste formulário.

Membros do Júri

O painel de júris é composto por dois membros independentes, André Magalhães e Filipa Ramos, para além de representantes das várias instituições parceiras, nomeadamente a Câmara Municipal de Lisboa, o Instituto Superior Técnico, o TBA21Thyssen-Bornemisza Art Contemporary e o CAM – Centro de Arte Moderna Gulbenkian.


Atualização em 20 maio 2024

Definição de Cookies

Definição de Cookies

Este website usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. Podendo também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.