Residência de Arte & Ciência «A Call to the Sea»

Financiamento para uma residência internacional de três meses focada em projetos colaborativos artistas visuais, cientistas e a comunidade local que tenham por objetivo repensar coleções zoológicas de museus.

Candidaturas

Para artistas e coletivos formados por artistas e cientistas ou especialistas de outras áreas relevantes. As candidaturas serão aceites apenas em inglês.

Documentos

A residência A Call to the Sea apoia projetos colaborativos entre arte e ciência e será realizada num dos Aquários mais antigos do mundo – o Aquário Vasco da Gama –, centrando-se em temas de geografias mais-que-humanas.

Procuramos propostas que liguem os campos artístico e científico, que aprofundem a colaboração e a comunicação com espécies não humanas, que criem histórias multiespécies, que abordem problemas para além dos antropocénicos e que tragam à tona narrativas da água menos visíveis e a inteligência para além da perceção humana.

Esta iniciativa, promovida pela Fundação Calouste Gulbenkian e a Câmara Municipal de Oeiras, integra o projeto piloto Bauhaus of the Seas Sails, financiado pelo Programa Horizonte Europa.

Condições de elegibilidade

  • O concurso destina-se a artistas e coletivos formados por artistas e cientistas ou especialistas noutros campos relevantes;
  • Serão apenas aceites projetos orientados para Arte & Ciência, procurando a criação de trabalhos nas áreas das artes visuais, arte e ciência, inteligência artificial, transdisciplinares, práticas comunitárias, e que tenham incidência local;
  • Cada artista/coletivo pode submeter apenas uma candidatura;
  • Os projetos de residência e apresentações públicas terão de ser realizados até dia 14 de dezembro de 2024;
  • As pessoas candidatas têm de ter ser maiores de 18 anos;
  • Fluência em inglês e, de preferência, também em português;
  • Podem candidatar-se artistas nacionais e internacionais, individual ou coletivamente;

O projeto submetido deverá ter a duração de três meses e realizar-se entre 1 de julho e 1 de dezembro de 2024. A candidatura deverá conter uma proposta calendarizada de plano de trabalho e metodologia.

Resultados esperados

Durante o período da residência, em 2024, a pessoa ou colectivo selecionado deverá:

  • Desenvolver um projeto artístico. O formato é livre e baseado num processo científico, interdisciplinar e colaborativo de investigação;
  • Incluir a participação em: pelo menos uma atividade educativa ou colaborativa orientada para a comunidade local; conversas/conferências sobre o projeto; apresentações públicas no final da residência;
  • Submeter online o relatório final da investigação;
  • Disponibilizar a documentação do processo;
  • Em 2025, participar num evento público (p.ex. conversa, workshop) integrado no Festival da Ciência (21 a 25 de maio de 2025).

Condições oferecidas

  • Apoio financeiro de 10.000€, que deverá incluir honorários, ajudas de custo e produção.
  • Acesso a espaços de trabalho equipados para o desenvolvimento do projeto, incluindo: espaço de trabalho no Aquário Vasco da Gama, Laboratórios de Ciências Vivas e de Investigação Tecnológica, Arquivos e bibliotecas especializadas (Arte e Ciência). A Coleção Zoológica do Aquário Vasco da Gama, incluindo os diários do Rei D. Carlos I, bem como os seus mapas e observações científicas;
  • Orientação e apoio de profissionais com experiência nas áreas relevantes para o projeto, nomeadamente: com as equipas da Fundação Calouste Gulbenkian e do Thyssen-Bornemisza Art Contemporary–TBA21 e com biólogos do Instituto Gulbenkian de Ciência e do Aquário Vasco da Gama.
  • Acesso a zonas naturais no Mar da Palha (Rio Tejo) e nas zonas costeiras próximas;
  • Acesso a recusos e instituições locais, como o IPMA – Instituto Português do Mar e da Atmosfera e o ITQB – Instituto de Tecnologia Química e Biológica;
  • Oportunidades de networking.

Como candidatar-se

  • Faça o seu registo;
  • Antes de carregar o formulário de candidatura, verifique todos os critérios de elegibilidade. Aconselhamos a leitura do Regulamento e as Perguntas Frequentes;
  • As candidaturas só podem ser submetidas depois de preenchidos todos os campos obrigatórios e de carregada toda a documentação em inglês e em formato PDF, exigida pelo Regulamento:
    – CV (máx. 2 páginas A4);
    – Carta de apresentação (máx. 500 palavras);
    – Proposta de Projeto (máx. 4 páginas A4)
    – Portfólio (máx. 10 páginas A4)
  • No final, clicar no botão “submeter candidatura”. De forma a prevenir dificuldades na submissão das candidaturas, evite submeter a sua candidatura nos últimos dias do prazo.

Nem todos os locais de investigação estão adaptados para pessoas com mobilidade reduzida. Para informações sobre a acessibilidade em cadeira de rodas e outros temas, contacte-nos através deste formulário.

Membros do Júri

O painel de júris é composto por dois membros independentes, Thiago Jesus e Margarida Mendes, para além de representantes das várias instituições parceiras, nomeadamente a Câmara Municipal de Oeiras, o Instituto Superior Técnico, o Aquário Vasco da Gama, o TBA21Thyssen-Bornemisza Art Contemporary e o CAM – Centro de Arte Moderna Gulbenkian.


Atualização em 20 maio 2024

Definição de Cookies

Definição de Cookies

Este website usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. Podendo também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.