A Gulbenkian e o Cinema Português – 4.ª edição

O Futuro da Memória – Entrada gratuita

Na 4ª edição deste ciclo celebra-se a relação de 50 anos entre a Gulbenkian e o Cinema Português, sob o tema Memória do Futuro. António Rodrigues é o quarto curador convidado a “olhar de fora” os resultados da presença da Fundação nas carreiras de artistas e cineastas portugueses que se têm vindo a afirmar em Portugal e internacionalmente. Esta edição mostra um conjunto de filmes apoiados pela Fundação, quer na produção quer na internacionalização, dirigidos por nove realizadores de diferentes gerações.  Durante seis dias, 15 curtas e longas-metragens serão exibidas em seis sessões, divididas por três temáticas — “O Futuro da Memória”, “Artistas Filmados” e “Os Anos Gulbenkian” –, com a presença de alguns realizadores e dos  convidados André Dias, Bernardo Vaz de Castro, José Manuel Costa e Nuno Faria.

No dia 14 de julho, será lançado, na Fundação, o livro com a recolha dos textos relativos à  segunda edição do ciclo “A Gulbenkian e o Cinema Português”, com curadoria de Ricardo Vieira Lisboa e dedicado ao tema Ensaio e Ficção, que teve lugar em novembro e dezembro de 2017.

Para uma maior acessibilidade dos conteúdos todos os filmes estão legendados em inglês e em português e o espaço da Sala Polivalente da Coleção Moderna assegura o acesso à mobilidade reduzida.

Memória do Futuro foi o título escolhido para esta edição do ciclo “A Gulbenkian e o Cinema Português”, tendo-se optado por uma abordagem simultaneamente retrospetiva e prospetiva, de maneira a sublinhar a continuidade da relação entre a Fundação Calouste Gulbenkian, o cinema português e os seus cineastas, ao longo de meio século. A programação foi estruturada em três capítulos, com dois programas para cada um: um segmento histórico, “Os Anos Gulbenkian”; um segundo capítulo, “Artistas Filmados”, formado por exemplos dos numerosos retratos filmados de artistas plásticos a terem sido apoiados pela Fundação Gulbenkian; e um segmento prospectivo, “O Futuro da Memória”, com duas longas-metragens de produção recentíssima, uma delas a abrir o ciclo e a outra a encerrá-lo.

António Rodrigues, curador 

 

PROGRAMA