21 Maio 2020

Projeto europeu ADESTE+ continua online

A Summer School e conferência europeia ADESTE+, que deveria ter lugar este ano na Croácia, vai ser transferida para a esfera digital, para repensar o papel da cultura e a relação com o público.

A crise originada pela pandemia de Covid-19 obrigou a uma mudança de planos, não só na estrutura logística mas também nos conteúdos abordados. O projeto europeu ADESTE+ cancelou a Summer School e a conferência em Rijeka, na Croácia, e adaptou-as às novas circunstâncias, passando-as para o online.

Embora o conceito central do evento permaneça o mesmo – olhar para o que as instituições culturais precisam de fazer ou mudar para se focarem mais no seu público –, este tema ganhou uma nova urgência face à crise que enfrenta o setor cultural. Agora, mais do que nunca, é importante abordar o papel das organizações culturais e o envolvimento do público, reconsiderando as formas de trabalho neste campo.

A Conferência Europeia “Change Within Change” vai examinar estas questões-chave em seis episódios online, que serão realizados e disponibilizados para todos entre 15 de junho e 28 de setembro de 2020. O programa da Summer School, dedicado a um número limitado de pessoas que serão selecionadas por inscrição, ocorrerá também em seis episódios online, entre 23 de setembro e 28 de outubro de 2020.

A segunda Conferência e Summer School ADESTE + foi pensada para que aqueles que trabalham no setor cultural possam debater, aprender e trabalhar juntos no desenvolvimento de novas estratégias ao longo de várias semanas, com workshops, discussões e encontros com especialistas e profissionais de todo o mundo. O prazo para inscrições na Summer School termina a 30 de junho. A conferência internacional, embora gratuita, exige também uma inscrição através de um formulário.

O projeto ADESTE+, cofinanciado pelo programa europeu “Europa Criativa”, foi criado com o propósito de desenvolver novas metodologias na relação das instituições com os seus públicos, incidindo na aquisição de competências e capacidades pessoais e organizacionais. Com uma duração de quatro anos, o projeto conta com a parceria da Fundação Calouste Gulbenkian, que recebeu a primeira Lisbon Summer School, em 2019.

 

Saiba mais