Para uma Timeline a Haver: Genealogias da Dança enquanto Prática Artística em Portugal

Slider de Eventos

Data

19 out 2023 – 05 fev 2024
  • Encerra à Terça

Local

Galeria do Piso Inferior Fundação Calouste Gulbenkian

Preço

Bilhete
Entrada livre
Sujeita à lotação da sala
Um percurso expositivo pelos principais marcos do desenvolvimento e disseminação da dança em Portugal dos séculos XX e XXI.

Esta exposição é o último episódio de um projeto dedicado à construção de cronologias da história da dança contemporânea em Portugal. Levado a cabo, intermitentemente, desde 2016, foi acolhido, em edições anteriores, por instituições como o Teatro Viriato, o Teatro Sá da Bandeira, a Escola Superior de Dança ou o Museu de Serralves.

Embora seja o último da série, este será o primeiro episódio do projeto a assumir-se como uma grande exposição sobre a dança em Portugal, construída a partir de registos audiovisuais e materiais de arquivo (publicações, ephémera, fotografias, cadernos pessoais, adereços…), onde os grandes momentos da história da dança se conjugarão num enquadramento mais amplo da história cultural em Portugal. Num mesmo plano visual, serão colocados acontecimentos da história da dança e outros – de cariz social, político, cultural, biográfico e artístico.

Com este exercício pretende-se sinalizar episódios que, influenciando autores, práticas e instituições, se inserem numa perspetiva alargada, tanto das transformações que atravessam a sociedade portuguesa, como do discurso sobre o coreográfico, criando uma ferramenta de estudo com ênfase na possibilidade de acréscimo, correção e remoção de informação, mas sobretudo na capacidade de multiplicação e desmultiplicação de ligações e narrativas. 

Trata-se de um trabalho aberto e em processo que, a cada edição, sofre mutações, levando frequentemente a uma reconfiguração física e metodológica do próprio projeto, que é obrigado a repensar-se.

A Fundação Calouste Gulbenkian reserva-se o direito de recolher e conservar registos de imagens, sons e voz para a difusão e preservação da memória da sua atividade cultural e artística. Caso pretenda obter algum esclarecimento, poderá contactar-nos através do formulário Pedido de Informação.

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.