PARTIS – Práticas Artísticas para a Inclusão Social

Projetos apoiados no âmbito da terceira edição da iniciativa PARTIS (2019-2021)

 

COMO DESENHAR UMA CIDADE

Promotor: Associação Cultural Terra Amarela
Área Artística: Teatro, Música e Audiovisual
Responsável área artística: Marco Paiva
Responsável área social: Ana Rita Paiva
Território: Lisboa (Freguesia do Lumiar)
Duração: 24 meses

O projeto Como Desenhar uma Cidade pretende envolver um grupo de 60 pessoas provenientes de contextos sociais, económicos e culturais distintos, que vivam, estudem ou trabalhem na freguesia do Lumiar. Através da fusão de três linguagens artísticas – o teatro, a música e os audiovisuais – o projeto promove um processo de reflexão, prática e criação em torno da premissa chave de construir um espaço social coletivo, mais inclusivo, acessível e participativo.

A partir de um trabalho inicial de exploração em torno da ideia de cidade, e com a dinamização de ateliês multidisciplinares, tem previsto um trabalho artístico de criação a ser apresentado no final do segundo ano do projeto, em colaboração com a Braga Media Arts.

Saiba mais

 

VELEDA – Mulheres e Monoparentalidade/ Projeto Artístico-Social

Promotor: Beira Serra – Associação de Desenvolvimento
Área Artística: Teatro
Responsável área artística: Sílvia Pinto Ferreira
Responsável área social: Marisa Marques
Território: Belmonte, Covilhã, Fundão
Duração: 24 meses

O projeto VELEDA é dirigido a mulheres sós, com filhos a cargo e em situação de vulnerabilidade socioeconómica, nos três municípios da Cova da Beira.

A proposta artística do projeto assenta no recurso ao teatro como agente criativo de transformação pessoal e social e propõe-se realizar duas atividades nucleares interligadas: os laboratórios de pesquisa social e artística, para desenvolvimento de soft skills e iniciação à prática teatral, e a criação de um espetáculo de teatro documental, a par com uma equipa artística profissional.

Como atividades satélite do projeto, está previsto o desenvolvimento de iniciativas que pretendem ter um impacto na forma como a sociedade encara a questão da monoparentalidade, como grupos de encontro, debates com convidados, produção de artigos científicos (em parceria com a Universidade da Beira Interior) e a realização de um vídeo documental.

Saiba mais

 

ORQUESTRA DE AFETOS

Promotor: Associação das Orquestra Sinfónicas Juvenis Sistema Portugal
Área Artística: Música
Responsável área artística: Helena Lima
Responsável área social: Matilde Caldas
Território: Oeiras, Amadora
Duração: 31 meses

A Orquestra de Afectos é um projeto que se propõe trabalhar a comunicação afetiva no jardim-de-infância através da música, em particular através da voz, como forma de mitigar relações conflituosas que resultam, muitas vezes, numa transferência dos problemas dos bairros circundantes para a escola.

O projeto centra-se em sessões musicais, com primazia no repertório vocal, procurando desenvolver relações afetivas entre crianças e adultos, promover a sociabilização, a comunicação e o desenvolvimento das soft skills. No terceiro e último ano, além da criação de repertório original, prevê-se a construção de instrumentos de cartão com vista à constituição de uma Orquestra de Papel.

Saiba mais

 

7 ANOS 7 ESCOLAS

Promotor: Al Kantara Associação Cultural
Área Artística: Dança, Teatro, Audiovisual
Responsável área artística: Cláudia Dias
Responsável área social: Luísa Veloso
Território: Almada, Porto
Duração: 31 meses

7 Anos 7 Escolas propõe um programa de oficinas artísticas com jovens entre o 3º ciclo e o 12º ano, nas quais se promove uma reflexão ativa a partir dos espetáculos do projeto artístico Sete Anos Sete Peças, dirigido por Cláudia Dias. As escolas participantes, em Almada e no Porto, localizam-se em zonas urbanas degradadas e integram jovens em situação de vulnerabilidade social.

Com vista ao cruzamento de culturas, geografias e linguagens artísticas, serão criados objetos artísticos na área das artes performativas e de registo audiovisual, que darão origem a filmes ou instalações vídeo, desenvolvidos pelos alunos e apresentados publicamente.

Saiba mais

 

MEIO NO MEIO

Promotor: Artemrede – teatro Associados
Área Artística: Dança, Música, Teatro
Responsável área artística: Victor Hugo Pontes
Responsável área social: Rute Pires
Território: Almada, Barreiro, Lisboa, Moita
Duração: 36 meses

Meio No Meio pretende promover a capacitação, a criação de oportunidades de aprendizagem e a cidadania ativa de jovens e adultos que se encontram em diferentes situações de vulnerabilidade social, residentes em quatro municípios associados da ARTEMREDE (Almada, Barreiro, Lisboa e Moita).

Na primeira fase do projeto (2019-2020), dois grupos intergeracionais participam em núcleos de formação orientados por Victor Hugo Pontes (Dança) e quatro artistas locais (Teatro, Cinema, Artes Visuais e Música). A segunda fase consiste na criação e apresentação, em 2021, de um espetáculo multidisciplinar que irá espelhar o processo de criação, incluindo testemunhos dos participantes. Meio No Meio pretende, assim, construir espaços de socialização e de partilha entre diferentes gerações e geografias, promovendo o cruzamento de mundos.

Saiba mais

 

ORQUESTRA DE CORDAS DA AJUDA

Promotor: Yellow Cusca Associação Cultural
Área Artística: Música
Responsável área artística: Catarina Aidos
Responsável área social: Cristina Abreu
Território: Lisboa (Freguesia da Ajuda)
Duração: 36 meses

 

CORPO EM CADEIA

Promotor: Companhia Olga Roriz
Área Artística: Dança
Responsável área artística: Catarina Câmara
Responsável área social: Neuza Pinto de Almeida
Território: Sintra (Estabelecimento Prisional de Linhó)
Duração: 36 meses

Corpoemcadeia é um projeto artístico de inclusão social que pretende levar a experiência da dança e do teatro a um grupo de reclusos, com idades compreendidas entre os 18 e 30 anos, em fase inicial do cumprimento da pena no Estabelecimento Prisional do Linhó. Através da vivência do trabalho de corpo/dança e dos processos criativos e metodologias da Companhia Olga Roriz, orientadas pelos princípios e práticas da Terapia Gestalt, procurar-se-á gerar espaços de experimentação e reflexão sobre a identidade e a experiência humana, e também sensibilizar a sociedade em geral, e em particular artistas e profissionais de saúde, para a mais-valia deste tipo de intervenções.

Para além de um espetáculo final, está prevista a edição de um livro onde se apresenta um novo modelo de intervenção artística comunitária baseado nos encontros entre Dança/Gestalt e ainda a realização de um documentário da autoria de Olga Roriz sobre o projeto.

Saiba mais

 

DIÁRIOS DE UM INTERIOR

Promotor: Associação EPSEDUSA – Espaço de Psicologia, Educação e Saúde
Área Artística: Fotografia
Responsável área artística: Luís Rocha
Responsável área social: Tiago Santos
Território: Sardoal

Diários de um Interior é um projeto de participação pela arte cujos objetivos são a inclusão social de indivíduos e comunidades do interior do país em risco de perder a sua identidade, história e cultura e o desenvolvimento de competências artísticas, culturais e educativas que envolvam a reflexão sobre os processos de capacitação dos indivíduos e a coesão social.

Na sua vertente artística, é um projeto fotográfico que consiste em colocar a população local a recolher narrativas visuais com base nas suas memórias e no quotidiano atual. A partir daí, serão implementados programas educativos e materiais adaptados às especificidades da comunidade participante, para promover competências pessoais, sociais e cognitivas trabalhadas na dimensão artística do projeto.

 

MARE LIBERUM

Promotor: APORVELA – Associação Portuguesa de Treino de Vela
Área Artística: Teatro
Responsável área artística: Catarina Aidos
Responsável área social: Rui Santos
Território: Lisboa e Oiras (Centros Educativos)
Duração: 36 meses

Mare Liberum é um projeto-piloto que pretende trabalhar com 91 jovens em três centros educativos de Lisboa, partindo da convicção de que estes jovens carecem de experiências diferenciadoras e de mundividência que lhes permitam uma reinserção plena na sociedade e na comunidade educativa, e procurando, através do estímulo físico e artístico, ajudá-los a desenvolver a sua autoestima, capacidade criativa e espírito de equipa.

Além de sessões de navegação na caravela Vera Cruz, promovidas pela Associação Portuguesa de Treino de Vela, os participantes realizam oficinas de escrita criativa, fotografia, cinema e teatro, sempre em torno dos conceitos de Mar, horizonte e liberdade. No culminar desta “travessia” estará uma partilha pública do trabalho realizado.

Saiba mais

 

LAB INDANÇA

Promotor: Câmara Municipal de Sta. Maria da Feira
Área Artística: Dança
Responsável área artística: Clara Andermatt
Responsável área social: Lisete Costa
Território: Sta. Maria da Feira

 

FILARMÓNICA ENARMONIA

Promotor: Bengala Mágica – Associação de Pais, Amigos e Familiares de Crianças, Jovens e Adultos Cegos e de Baixa Visão
Área Artística: Música
Responsável área artística: Rui Magno Pinto
Responsável área social: Dídia Lourenço
Território: Lisboa, Cadaval

 

ENXOVAL – Tempo e Espaço de Resistência

Promotor: PELE – Associação Social e Cultural
Áreas Artísticas: Música, Teatro, Artes visuais
Responsável área artística: Inês Lapa
Responsável área social: Maria João Mota
Território: Porto, Amarante

 

SOB O MESMO CÉU

Promotor: InPulsar – Associação para o Desenvolvimento Comunitário
Áreas Artísticas: Artes visuais, Audiovisual, Arte urbana
Responsável área artística: Guilherme Garrido
Responsável área social: Tânia Marques
Território: Leiria

 

NOTAS DE CONTACTO – a OCPsolidária na Cercioeiras

Promotor: Orquestra de Câmara Portuguesa
Áreas Artísticas: Música
Responsável área artística: Pedro Carneiro
Responsável área social: Teresa Simas
Território: Oeiras

 

LADO P

Promotor: Teatro do Silêncio Associação
Áreas Artísticas: Teatro, Música, Audiovisual
Responsável área artística: Filipa Reis
Responsável área social: Ricardo Loureiro
Território: Sintra (Estabelecimento Prisional de Linhó)

Atualização em 14 Novembro 2019