Prémios Gulbenkian

Candidaturas de 3 de abril até 31 de maio

Anualmente, a 20 de julho, Calouste Gulbenkian é homenageado durante todo o dia em várias cerimónias que culminam com a entrega dos Prémios com o seu nome. A partir deste ano, e durante mais quatro anos, haverá um novo conjunto de categorias que acrescem à área já existente de Direitos Humanos: Coesão, Sustentabilidade e Conhecimento. Em cada ano, o Conselho de Administração da Fundação decidirá ainda quais os temas mais específicos, dentro de cada categoria, a que os prémios serão dedicados.

Na categoria dos Direitos Humanos, o Prémio Gulbenkian continuará a distinguir pessoas singulares ou coletivas sem fins lucrativos que se tenham distinguido internacionalmente na defesa e na realização dos direitos humanos. Este ano, o foco vai estar na questão dos refugiados. O vencedor terá um prémio no valor de 100 mil euros.

 

O regresso dos prémios nacionais

Após um ciclo de cinco anos em que foram premiadas apenas personalidades e instituições internacionais, os Prémios Gulbenkian voltam a incluir categorias em áreas estratégicas definidas pelo Conselho de Administração que correspondem às áreas prioritárias em que a Fundação vai intervir nos próximos anos no nosso país: Coesão, Sustentabilidade e Conhecimento.

Assim, na categoria da Coesão, o Prémio Gulbenkian distinguirá pessoas singulares ou coletivas sem fins lucrativos que exerçam a sua atividade em Portugal e se tenham distinguido na defesa e promoção da coesão e integração social. Em 2017, o prémio incidirá na temática do bem-estar no envelhecimento.

A Sustentabilidade dos recursos naturais é outra das categorias dos Prémios Gulbenkian e que este ano terá como foco a redução da pegada ecológica.
Por último, na área do Conhecimento vão ser premiadas pessoas singulares ou coletivas sem fins lucrativos que exerçam a sua atividade em Portugal e se tenham distinguido na valorização pela educação e na promoção e difusão do conhecimento. Este ano, o destaque vai para a promoção do sucesso escolar. Cada um destes prémios terá um valor de 50 mil euros.

 

Candidaturas

As candidaturas podem ser apresentadas diretamente ou por terceiros, quer por instituições, quer por pessoas em nome individual. A decisão de atribuição dos Prémios será da responsabilidade do Conselho de Administração da Fundação, com base nas propostas do júri ou júris independentes constituídos para o efeito, entre personalidades de reconhecido mérito, nacionais e estrangeiras.

A apresentação e fundamentação das candidaturas deve ser feita exclusivamente online até ao dia 31 de maio. 

 

Candidatar