1 março 2019

Para onde vai a Europa?

A poucos meses das eleições europeias, a Fundação Gulbenkian organiza uma conferência internacional durante a qual serão debatidas questões-chave da atualidade europeia e perspetivas sobre o futuro da União.

Para onde vai a Europa

Num primeiro painel, o ex-ministro das Finanças da Grécia Giorgos Papakonstantinou apresentará o tema «a reforma do euro e as perspetivas financeira e orçamental da União Europeia», o qual será depois desenvolvido numa mesa redonda com a presença de Elisa Ferreira (vice-governadora do Banco de Portugal), Klaus Regling (diretor executivo do Mecanismo Europeu de Estabilidade) e Vítor Bento (presidente da SIBS).

À tarde, Federico Fabbrini (diretor do Brexit Institut da Universidade de Dublin) apresentará o tema «A União Europeia depois do Brexit», o qual será debatido por Alex Ellis (diretor-geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros inglês para a Saída da Inglaterra da União Europeia) e Paulo Portas (ex-vice-primeiro-ministro do Governo português), entre outros.

O painel seguinte é dedicado a outro grande desafio que se coloca nas próximas eleições europeias: “O populismo e as eleições para o Parlamento Europeu”, cujo tema será apresentado por Carlos Jalali (Professor de Ciência Política na Universidade de Aveiro) e discutido por Madeleine de Cock Buning (ex-presidente do Grupo de Peritos da Comissão Europeia sobre ‘fake news’ e desinformação) e Marlene Wind (diretora do Centro de Política Europeia da Universidade de Copenhaga), entre outros.

O encerramento da conferência, entregue a Joseph Weiler, professor na Escola de Direito da Universidade de Nova Iorque e senior fellow no Centro de Estudos Europeus da Universidade de Harvard, será dedicado ao tema: “Para Onde Vai a Europa?”

Ver Programa – 22 de março