6 Outubro 2020 Bolsas Gulbenkian

Bolsas Gulbenkian Mais com apoio VINCI

Até 31 de outubro, estão abertas as candidaturas às Bolsas Gulbenkian Mais, para estudantes do Ensino Superior com as melhores notas e menos recursos financeiros. Esta edição conta com o apoio da VINCI - Programa Vinci para a Cidadania.

Thierry Ligonnière (Presidente do Programa VINCI para a Cidadania e CEO da ANA Aeroportos de Portugal), Pedro Afonso (CEO da VINCI Energies Portugal), Isabel Mota (Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian), Carlos Moedas (Administrador da Fundação Calouste Gulbenkian), José Luís Arnaut (Presidente do Conselho de Administração da ANA Aeroportos de Portugal) © Márcia Lessa
Thierry Ligonnière (Presidente do Programa VINCI para a Cidadania e CEO da ANA Aeroportos de Portugal), Pedro Afonso (CEO da VINCI Energies Portugal), Isabel Mota (Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian), Carlos Moedas (Administrador da Fundação Calouste Gulbenkian), José Luís Arnaut (Presidente do Conselho de Administração da ANA Aeroportos de Portugal) © Márcia Lessa

Na cerimónia de assinatura deste protocolo esteve presente o secretário de Estado da Ciência, João Sobrinho Teixeira, que deixou o seu apreço “por este trabalho que a Fundação e que a VINCI também têm, de achar que é uma obrigação de toda a sociedade fazer esse percurso de qualificação da nossa juventude” e afirmou que este “é mais um contributo no caminho de usar o ensino superior como promotor da igualdade”.

Isabel Mota, presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, destacou o programa de valorização pessoal incluído nestas bolsas, que visa “ajudar os jovens a ir ainda mais longe”, além do compromisso com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e com “diferentes formas de participação cívica à volta dos objetivos do milénio, que são o enquadramento que nos permitirá olhar para o futuro de uma forma diferente”.

Este ano, as bolsas Gulbenkian Mais contam com um reforço significativo através da parceria com o Grupo VINCI que, no âmbito do fundo covid-19, canaliza, através do Programa VINCI para a Cidadania, o seu contributo a iniciativas sociais, nomeadamente para o acesso à educação, neste período de maior fragilidade social das famílias.

Thierry Ligonnière, presidente do Programa VINCI para a Cidadania e CEO da ANA Aeroportos de Portugal, vê “com muita satisfação esta parceria que, através do apoio à educação e ao talento,  promove a inclusão social e a igualdade de oportunidades, contribuindo para o progresso e desenvolvimento das comunidades locais”. Para Thierry Ligonnière, este “é o objetivo prosseguido pela Fondation VINCI pour la Citè e pelo Programa VINCI para a Cidadania.”

As Bolsas Gulbenkian Mais têm como objetivo apoiar a formação académica de jovens de reconhecido mérito e elevado potencial, que simultaneamente tenham escassos recursos económicos para prosseguir os estudos ao nível da licenciatura, mestrado e mestrado integrado.

Com esta parceria, as Bolsas Gulbenkian Mais representam um investimento de meio milhão de euros (em novas e renovação das que já se encontram em curso),  correspondendo ao valor de 3000 € por ano letivo (10 meses, ou seja 300 € por mês), no caso de estudantes deslocados do seu lugar de residência habitual, e 1500 € (10 meses, ou seja 150€ por mês) para estudantes não deslocados. A bolsa pode ser renovada anualmente, até à conclusão do grau de mestrado, desde que o bolseiro obtenha um bom desempenho académico durante o período de estudos na universidade.

À primeira fase de candidaturas, que decorre de 1 a 31 de outubro, podem concorrer estudantes de todo o país que se candidatam pela primeira vez ao primeiro ano de um curso superior, com uma média de entrada superior a 17 valores.

A segunda fase, aberta a partir de 1 de novembro de 2020 até 1 de julho de 2021, será dirigida a alunos do ensino superior com necessidades imediatas e urgentes decorrentes de alterações à situação socioeconómica do agregado familiar durante o ano letivo (quebra de rendimentos, layoffs, despedimentos, etc.). 

 

Saber mais