20 Junho 2020 Notícias Desenvolvimento Sustentável

Aprender português através do Teatro

Caderno de Práticas Teatrais para a Aprendizagem da Língua assinala o Dia Mundial dos Refugiados

Refúgio e Teatro: dormem mil gestos nos meus dedos” © DR

O Conselho Português para os Refugiados assinala o Dia Mundial dos Refugiados com o lançamento do Caderno de Práticas Teatrais para a Aprendizagem da Língua, um manual desenvolvido no âmbito do projeto “Refúgio e Teatro: dormem mil gestos nos meus dedos”, apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian na primeira edição do concurso PARTIS.

Ao longo de três anos, centenas de refugiados e requerentes de asilo que passaram pelo Centro de Acolhimento para Refugiados, na Bobadela, participaram neste projeto, que teve como objetivo promover o teatro e a expressão dramática e corporal enquanto estratégias facilitadoras da integração.

Desde o primeiro momento, as componentes artística e pedagógica estiveram de mãos dadas neste projeto, tendo sido desenvolvidos, pela artista Sofia Cabrita e pela professora de Português Língua Estrangeira Isabel Galvão, uma série de dinâmicas e exercícios que facilitaram a aprendizagem da língua com resultados muito positivos em quem acabava de chegar e precisava, com urgência, de se expressar em português.

O Caderno disponibiliza estas dinâmicas e exercícios  com o propósito de poderem ser replicados noutros contextos e adaptados consoante as necessidades e objetivos. Todas as propostas de exercícios foram testadas, estão em consonância com o ensino da língua portuguesa como língua estrangeira e com os conteúdos das temáticas correspondentes aos níveis A1 e A2 do Quadro Europeu de Referência para as Línguas (QECR).

O primeiro concurso PARTIS foi lançado em 2013 pela Fundação Gulbenkian para apoiar projetos que testassem e demonstrassem o papel que as artes podem desempenhar nos percursos de integração e na construção de comunidades mais coesas.

Em 2020, a Fundação Calouste Gulbenkian aliou-se à Fundação “la Caixa” e, em conjunto, lançaram o concurso PARTIS & Art for Change para reforçar o apoio a projetos artísticos com impacto social em Portugal.

 

Consulte o Caderno