Carregar Eventos
  • Este evento já decorreu.

A Voz e o Gesto

Isto é PARTIS

Quando

Sáb, 14 janeiro 2017
19:00 até 19:40

Onde

Edifício Sede – Auditório 2
Av. de Berna, 45A, Lisboa
217 823 000
Google Maps »

Bilhetes

Entrada livre sujeita à lotação do espaço e mediante levantamento de bilhete

O projeto Mãos que Cantam, iniciado em 2010, criou um coro de surdos com os alunos da Licenciatura e Mestrado em Língua Gestual Portuguesa do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica, que começou por atuar em conjunto com o Coro desta Universidade. Este projeto pretende demonstrar que, no âmbito da responsabilidade social, as pessoas surdas podem fazer parte de um coro e, até, atuar em diversos ambientes musicais.

A Língua Gestual, igualmente rica e complementar da linguagem musical, potencia a expressão dos sentimentos mais profundos, tornando, assim, cada atuação num espetáculo único. É um projeto pioneiro, a nível nacional, na integração simultânea de surdos e ouvintes.

Um dos objetivos deste projeto é a edição de um manual de gestos associados à música, para sensibilizar e apoiar os professores de Educação Musical a integrarem nas suas aulas alunos ouvintes e surdos.

Este concerto, em conjunto com elementos do Coro e Orquestra Gulbenkian, é o reflexo de um trabalho contínuo cuja finalidade artística é expressar em Língua Gestual Portuguesa determinados conceitos musicais, tais como a noção de intensidade, de polifonia, métrica e a estrutura formal de uma peça musical, para além da interpretação do poema em si.

Um projeto promovido pela Associação Histórias para Pensar.

 

PROGRAMA:

Com que Voz
Alain Oulman / Luiz Vaz de Camões. Intérprete – Amália Rodrigues

Canções Tradicionais Portuguesas
1 – O Ladrão do Negro Melro (Alentejo) – arr. Lopes Graça
2 – Senhora Santa Cat’rina (Beira- Baixa) – arr. Lopes Graça

Magnificat em Talha Dourada (excertos) – Eurico Carrapatoso
1 – Virgem da Lapa-Tropo nº1 / Canto de Romaria de Casegas – Beira Baixa
2 – Ó meu menino-Tropo nº3 / Canto de Natal de Pias – Alentejo
3 – Ó Senhora do Amparo-Tropo nº5 / Canto de Romaria da Aldeia de Joanes – Beira Baixa

Jesus bleibet meine Freude
Coral da Cantata Herz und Mund und Tat und Leben (BWV 147) – J. S. Bach

Eu Sei (Insp. Salmo 139)
Sara Tavares / arr. Sérgio Peixoto

Imagine
John Lennon / arr. Mc Huff / Jorge Teixeira

Queda do Império
Vitorino / arr. Paulo Lourenço

I Got Rhytm
Ira Gershwin / George Gershwin / arr. R. Di Marino / Jorge Teixeira

 

 

Ao fim de três anos com o apoio do PARTIS – Práticas Artísticas para Inclusão Social, vários projetos vêm mostrar o trabalho que têm desenvolvido nas áreas da Música, Teatro, Fotografia, Cinema e até Artes Circenses, num conjunto de apresentações entre os dias 12 e 15 de janeiro.

Todos os espetáculos Isto é PARTIS incluem uma conversa com a equipa do projeto no final.

Os bilhetes podem ser levantados nas Bilheteiras da Fundação Calouste Gulbenkian a partir de quarta-feira, dia 11 de janeiro. Máximo de 4 bilhetes por pessoas.

Espetáculo a classificar pela CCE