Arte e Comunidade

2015

Livro que procura espelhar práticas artísticas comunitárias com maior expressão quantitativa e qualitativa a nível internacional, tentando colmatar uma lacuna de compilação e comparação de experiências diversas que não se encontravam registadas, organizadas e acessíveis ao público em geral. Teatro nas favelas do Rio de Janeiro ou nos territórios ocupados da Palestina, trabalhos da coreógrafa Madalena Victorino ou o realizado pela PELE (estrutura artística do Porto criada em 2007) em contextos específicos, como estabelecimentos prisionais ou bairros sociais, e um grupo de teatro com participantes surdos, são alguns dos projetos em foco neste livro.