FAZ – Ideias de Origem Portuguesa

Concurso de ideias inovadoras, dirigido à diáspora portuguesa, para projetos nas áreas da inclusão social, envelhecimento, diálogo intercultural e ambiente e sustentabilidade

O concurso Ideias de Origem Portuguesa convoca os portugueses que vivem e trabalham fora de Portugal a contribuir com ideias para projetos de empreendedorismo social que constituam novas e melhores respostas aos atuais desafios que o país enfrenta, designadamente nas áreas da inclusão social, do envelhecimento, do diálogo intercultural e do ambiente e sustentabilidade.

Na edição de 2016, foram apresentadas a concurso 54 ideias, tendo sido selecionadas como finalistas as dez melhores. As equipas finalistas receberam formação e acompanhamento à distância, por parte do Instituto de Empreendedorismo Social, para transformarem a sua ideia num modelo de negócio social e participaram num workshop de formação intensiva, em regime presencial, que terminou com a apresentação dos projetos ao painel de júri. Os vencedores foram anunciados a 11 de junho, numa cerimónia que contou com a presença do Presidente da República. Nesta edição, foi vencedor o projeto Guardiãs do Mar, tendo a VTree Solar e o JazzAqui ficado, respetivamente, em segundo e terceiro lugar.

Os projetos vencedores receberam no seu conjunto um total de 50 mil euros como capital semente para a sua implementação, mas todos os finalistas contam com apoio e acompanhamento durante 9 meses, num compromisso da Fundação Calouste Gulbenkian de continuar a apostar nos talentos das comunidades de portugueses no mundo, ligando-os aos desafios e oportunidades da sociedade portuguesa.

 

Vencedores 2016

Guardiãs do Mar
Projeto com incidência em Setúbal que alia o combate ao desemprego a uma preocupação ambiental, concretamente a proteção das pradarias marinhas do estuário do Sado. O projeto propõe que pescadoras atualmente sem emprego sejam agentes de sensibilização para o público sobre a importância da preservação destas pradarias marinhas, que têm influência direta na vida da população de golfinhos do Sado por serem habitat do pescado de que estes se alimentam. Além disso, estas “guardiãs do mar” serão responsáveis pela monitorização e mapeamento deste espaço de biodiversidade marinha.

 

Jazz’aqui
Projeto de promoção do jazz português através da criação de uma rede de músicos de jazz de nacionalidade portuguesa a residir no estrangeiro. Esta iniciativa pretende levar o jazz para fora dos grandes centros urbanos e promover a partilha de experiências entre músicos portugueses e estrangeiros, através da realização de residências artísticas e workshops. Será ainda criado um festival itinerante de jazz que circulará por vários países e cidades para dar a conhecer o jazz português.

 

Vtree Solar
“Árvores” com design e tecnologia inovadores que disponibilizam internet wifi e possibilitam o carregamento de telemóveis (e outros gadgets) e scooters elétricas, pelo recurso a painéis de energia solar fotovoltaica. Estas árvores serão colocadas em jardins públicos, rotas turísticas e outros espaços urbanos com muito movimento. Além de contribuírem para a democratização do acesso à internet, resolverão problemas quotidianos de conectividade. Podem ainda incluir iluminação, medir os níveis de contaminação do ar, proporcionar música ambiente e anunciar programação cultural. Este projeto alerta para a possibilidade de se utilizar energia sustentável para atividades tecnológicas sem ter de recorrer às energias convencionais, mais poluentes.

 

Vencedores 2015

Rio Frio | Território Criativo
Tem em vista a redução da ocorrência e propagação dos incêndios em matas e florestas através da silvo-pastorícia, contribuindo para o incremento de boas práticas de ordenamento e gestão da paisagem de montanha.

 

TEIA | Transforming Emigration Into Action
Iniciativa que visa promover e desenvolver ligações entre portugueses e empresas portuguesas, dentro e fora do país, através da criação de uma plataforma online – entre outras – capaz de reduzir a distância e facilitar o contacto entre estes.

 

Webradio para Crianças
Projeto que cria uma ferramenta de ensino, exploração e preservação da cultura e língua portuguesas dirigida aos emigrantes e às comunidades lusófonas no mundo, sobretudo para que os seus descendentes não percam o contacto com estas referências.

 

Vencedores 2014

Sumos Portugal
Este projeto propõe criar uma rede de pontos de venda de sumos naturais, utilizando como elemento central pessoas com deficiência que irão preparar e vender os frutos, gerando assim empregos sustentáveis para um segmento da população que é, na maior parte das vezes, excluído socialmente. Os sumos naturais de frutas e vegetais são um mercado em crescimento em todo o mundo, sendo um produto com forte procura que gera benefícios para a saúde, mas cuja oferta escasseia em Portugal. As pessoas com deficiência tornam-se assim criadoras de valor e embaixadores de uma alimentação saudável, quebrando preconceitos e promovendo a inclusão social.
Saber mais: 2014.ideiasdeorigemportuguesa.org/ideias/165

 

Salva a Lã Portuguesa
Este projeto quer valorizar o património natural português, através da preservação e aproveitamento da lã nacional. Com o aparecimento das fibras sintéticas industriais, este ativo natural tem vindo a perder o seu valor comercial e a lã é, hoje em dia, deitada fora pelos produtores portugueses após a tosquia das ovelhas, devido à falta de canais de distribuição.
Este projeto quer envolver os pastores e donos de rebanhos sensibilizando-os para o valor da lã, fazendo renascer os equipamentos e técnicas de fiação, e comercializando uma marca de lã portuguesa destinada à confeção de vestuário de qualidade.
Saber mais: 2014.ideiasdeorigemportuguesa.org/ideias/185

 

Plantei.eu
Este projeto prevê a criação de uma plataforma online de partilha de conhecimento, experiências e recursos na temática da agricultura biológica e das sementes, suas propriedades, conservação e cultivo. Esta plataforma permitirá também a troca de sementes, aumentando assim a riqueza coletiva e promovendo a biodiversidade. Portugal tem uma riqueza biológica assinalável nas suas espécies vegetais e existe um sector crescente de agricultura local sustentável, assente em hortas urbanas e quintas de agricultura biológica. Este é o contexto perfeito para a promoção da biodiversidade das sementes.
Saber mais: 2014.ideiasdeorigemportuguesa.org/ideias/82

 

Vencedores 2013

Orquestra XXI
Projeto vencedor da segunda edição da iniciativa FAZ – Ideias de Origem Portuguesa, reúne cerca de 50 jovens músicos portugueses residentes no estrangeiro com o duplo objetivo de manter uma forte ligação entre estes jovens e Portugal e de levar momentos musicais de excelência a um público o mais diversificado possível. A Orquestra reunir-se-á para trabalhar e apresentar uma média de três programas por ano quer em grandes salas dos centros urbanos, quer em localidades com atividade cultural menos regular. A Orquestra XXI acolhe também em estágio grupos de jovens estudantes dos conservatório e escola de música nacionais, oferecendo-lhes oportunidade de trabalhar em contexto de uma orquestra profissional, alargando a sua rede de contactos. A sua primeira digressão decorreu no início de Setembro, com concertos em Tibães, Batalha, Porto e Lisboa.
Saber mais: www.orquestraxxi.pt

 

Fruta Feia
Segundo lugar da edição 2013 do concurso, é um projeto de combate ao desperdício alimentar, que criou uma cooperativa de consumo para distribuir fruta e legumes que não são comercializados apenas por razões estéticas. A cooperativa já iniciou atividade e tem provocado enorme interesse por parte do público que quer aderir a este movimento. A cooperativa conta já com 150 sócios, e 220 estão em lista de espera. Desde que iniciou atividade o projeto já evitou o desperdício de 4,2 toneladas de alimentos.
Saber mais: frutafeia.pt

 

Rés do Chão
Terceiro lugar da edição 2013 do concurso, é um projeto que pretende dinamizar os pisos térreos de edifícios desocupados de Lisboa, aproveitando esses espaços para promover indústrias criativas locais. Está neste momento em fase de estabelecimento de parcerias para realização de uma iniciativa piloto na Rua de São Paulo, na Baixa de Lisboa.
Saber mais: resdochao.org

 

Vencedor 2011

Arrebita!Porto
Projeto de reabilitação urbana vencedor da primeira edição do FAZ – Ideias de Origem Portuguesa.
O Arrebita!Porto tem por objetivo combater o abandono do centro da cidade reabilitando prédios devolutos a custo zero e sem fins lucrativos. A ideia conta com a colaboração de estudantes internacionais de arquitetura e engenharia que concebem e executam os projetos, de empresas que se responsabilizam pela questão logística, e de professores universitários que supervisionam a reabilitação.
O projeto de José Paixão foi escolhido entre 203 ideias que concorreram ao FAZ – IOP pela “originalidade, inovação, potencial de impacto social e sustentabilidade” que demonstrou, e dele se espera que impulsione a reabilitação urbana do Porto e possa ser aplicado a outras cidades. O protocolo será assinado também pela CM do Porto, pela Porto Vivo – Sociedade de Reabilitação Urbana da Baixa Portuense, pela Fundação para o Desenvolvimento Social do Porto, pelo Instituto de Empreendedorismo Social e por José Paixão.

Atualização em 16 Outubro 2017