10 dezembro 2018

Uma outra coleção

Este ano, a Biblioteca de Arte adquiriu uma das mais relevantes coleções particulares de livros de artista e de edição independente existentes em Portugal.

Repetição de Ana Terêncio

A coleção, reunida por Catarina Figueiredo Cardoso entre 2007 e 2017, é composta por 5 070 obras, sobretudo de artistas portugueses contemporâneos, mas também de artistas estrangeiros que trabalham em Portugal ou cujas obras se relacionam com o país. Entre os diversos núcleos desta coleção destacam-se, pela sua relevância a nível internacional, a revista de artista Plages: revue d’art contemporain, que se publicou em Paris entre 1978 e 2011 e que contou com a colaboração de artistas portugueses em alguns números, e o núcleo de livros das Edições Pulcinoelefante, do italiano Alberto Casiraghi.

A coleção agora adquirida vem aumentar e enriquecer substancialmente o acervo de cerca de 600 títulos de livros de artista e edição independente da Biblioteca de Arte, a larga maioria de artistas portugueses contemporâneos como Ana Hatherly, José Escada, João Vieira, Lourdes Castro, René Bértholo, Alberto Carneiro, Leonor Antunes e Sílvia Prudêncio, entre muitos outros.

Catarina Figueiredo Cardoso é uma das fundadoras do www.tipo.pt – arquivo sobre livros de artista, objetos gráficos de natureza experimental, revistas e edições de autor, criados por artistas, designers e ilustradores portugueses, ou tendo Portugal como tema – e é editora, juntamente com a artista Isabel Baraona, do Portuguese Small Press Year Book, publicação anual em suporte impresso, iniciada em 2013, que compila os títulos de edição independente publicados em Portugal em cada ano.

A partir de 2019, os exemplares desta coleção serão progressivamente integrados no catálogo da Biblioteca de Arte e Arquivos, ficando disponíveis para consulta.