8 Outubro 2019

Sugestões para celebrar o outono

Visitas orientadas, oficinas, cursos, concertos, conversas – a nova temporada do Descobrir vem recheada de atividades pensadas para miúdos e graúdos.

O homem das mil moradas
O homem das mil moradas© Márcia Lessa

O outono já chegou, mas ainda há tempo para aproveitar as atividades ao ar livre no Jardim Gulbenkian. Além das habituais visitas ao Jardim e oficinas de desenho, há surpresas e novidades como visitas em língua gestual portuguesa, uma oficina de design floral e um passeio fitogeográfico de bicicleta.

Se o frio se fizer sentir, não faltam atividades dentro de portas para jovens e adultos. Tem até dezembro para visitar ou participar nas atividades complementares da exposição Calouste: uma vida, não uma exposição, que celebra os 150 anos do nascimento de Calouste Gulbenkian e desvenda um pouco da sua história de vida. No ano em que comemoramos os 50 anos do Museu Calouste Gulbenkian, inauguram também Art on Display. Formas de expor 49-69 e Robin Fior. Call To Action. Abril em Portugal, exposições em torno das quais foram pensadas visitas, conferências, mesas-redondas, conversas com curadores, artistas, convidados ou outros eventos. A não perder ainda os ciclos de conversas “No Paraíso havia tabaco” e “Os 50 anos da Biblioteca de Arte”.

Já na sua terceira edição, voltamos a abrir as portas aos estudantes universitários, no dia 13 de novembro, dando-lhes a conhecer os meandros da Fundação e os seus colaboradores. Os universitários interessados em conhecer a investigação científica que se realiza no Instituto Gulbenkian Ciência, em Oeiras, serão também bem-vindos a 28 de novembro.

Na Música, lembramos os habituais Concertos de Domingo e Guias de Audição e destacamos o curso livre, orientado por Sérgio Azevedo, que convida o participante a saber “(Quase) tudo o que sempre quis saber sobre música clássica e teve medo de perguntar”.

Com as crianças e famílias Inspiradas pelos prenúncios da nova estação, as oficinas criativas no Jardim Gulbenkian vão permitir tirar partido dos dias amenos de outubro, para aprender a fazer impressão de folhas em tecido, fabricar tinta de escrever a partir dos bugalhos do Jardim ou conhecer o ciclo da lã, entre outras curiosidades. Para os melómanos, há também muitas oficinas musicais, que se prolongam pelo outono e inverno fora. Os amantes de livros e de boas histórias encontrarão igualmente propostas aliciantes na Gulbenkian, porque as “Histórias de musear” estão de volta, cruzando movimento, teatro, música e canto.

Recomendamos ainda, para as famílias, O homem das mil moradas (20 e 27 de outubro, 1 de novembro), um acontecimento teatral que dará a conhecer a vida, a obra e a coleção de Calouste Gulbenkian, no ano em que se comemoram os 150 anos do seu nascimento. E tudo se passa dentro do Museu, junto das obras de arte! Não esquecendo as famílias com necessidades educativas especiais, o Descobrir continua a apostar em várias atividades acessíveis: visitas táteis com audiodescrição e visitas em língua gestual portuguesa, para públicos com deficiência visual e surdez; e novas sessões descontraídas e inclusivas, abertas a todos os participantes. Por último, chegados à época natalícia, além das habituais oficinas de Natal, com atividades dirigidas a crianças dos 5 aos 12 anos, haverá propostas para os mais crescidos: os jovens dos 13 aos 16 anos serão convidados a participar numa oficina diferente, onde poderão vestir a pele de editores independentes num zine lab. Entre dezembro de 2019 e fevereiro de 2020, regressam também as oficinas de desenho para que jovens dos 12 aos 18 anos possam explorar doze diferentes técnicas e materiais de desenho e pintura.

Saiba mais