Quanto valem os oceanos?

O “Banco Mundial dos Oceanos” é um novo jogo para jovens e adolescentes que pretende sensibilizar para a importância da gestão sustentável do meio marinho no equilíbrio global do planeta, a pensar no bem-estar das gerações atuais e futuras.

Com a duração aproximada de 60 minutos, o  jogo consiste em atribuir a cada turma que visita o Oceanário, do 3º Ciclo ou do Ensino Secundário, a gestão sustentável de uma herança (quatro áreas marinhas/ecossistemas e dinheiro) durante 25 anos (5 rondas de 5 anos cada). No início de cada ronda, cada grupo é convidado a investir uma parte do seu dinheiro no seu ecossistema. Cada investimento vai gerar benefícios privados e simultaneamente ter um impacto ambiental, que afetará o valor económico do respetivo ecossistema. Os jogadores têm assim de se pôr no papel de investidores privados e de social planners. Ao longo das etapas, os jogadores vão sendo surpreendidos por eventos externos que irão influenciar o retorno dos investimentos selecionados e a saúde dos ecossistemas. Na última ronda, a turma será avaliada pelo dinheiro que tem em caixa e pelo valor económico total de cada ecossistema.

Espera-se que, no final desta atividade, os jovens saibam quais os ecossistemas marinhos e o valor dos serviços por estes prestados, mas também que identifiquem o impacto exercido pela atividade humana e utilizem conceitos das ciências naturais, sociais e económicas.

O “Banco Mundial dos Oceanos” é uma parceria da Iniciativa Gulbenkian Oceanos com o Oceanário de Lisboa.