1 março 2019 Prémios Gulbenkian

Prémios Gulbenkian

De 4 de março a 30 de abril, podem ser submetidas as candidaturas aos Prémios Gulbenkian 2019.

Fundação Calouste Gulbenkian© Ricardo Oliveira Alves

Este ano, o Prémio Calouste Gulbenkian, no valor de 100 mil euros, tem como foco o Reforço da Democracia na era digital. O prémio destina-se a pessoas singulares ou coletivas que se tenham destacado internacionalmente na defesa e na concretização dos direitos humanos.

Tal como no ano passado, os prémios nacionais serão entregues nas áreas de Coesão, Sustentabilidade e Conhecimento, no valor de 50 mil euros cada. As candidaturas podem ser apresentadas diretamente ou por terceiros, quer instituições, quer pessoas em nome individual, estas desde que não representem entidades coletivas.

Na área da Coesão, o tema em foco é a Violência contra os grupos mais vulneráveis da sociedade, designadamente a violência doméstica e sobre crianças, jovens e idosos. 

A Economia circular é o foco do Prémio Gulbenkian Sustentabilidade, enquanto o Conhecimento avaliará candidaturas na área das Tecnologias para a aprendizagem. A decisão de atribuição dos prémios será, como habitualmente, da responsabilidade do Conselho de Administração da Fundação, com base nas propostas dos dois júris constituídos para o efeito. O júri internacional é presidido por Jorge Sampaio, enquanto o júri nacional é liderado por António M. Feijó. 

A apresentação e fundamentação das candidaturas deve ser feita exclusivamente on line até ao dia 30 de abril.

A entrega dos Prémios acontecerá a 19 de julho, nas comemorações do Dia Calouste Gulbenkian.

 

Ir para a página dos Prémios Gulbenkian