10 Dezembro 2019 Cultura

Obra poética de David Mourão-Ferreira

A Obra Poética de David Mourão-Ferreira, editada pela Assírio e Alvim, é apresentada dia 16 de dezembro, às 18:30, na Fundação Gulbenkian

Obra poética de David Mourão-Ferreira
Obra poética de David Mourão-Ferreira

David Mourão-Ferreira, poeta, ensaísta, romancista, professor de literatura, crítico literário, colaborador em vários órgãos de comunicação social e duas vezes secretário de Estado da Cultura, foi ainda, a partir de 1981, diretor do Serviço de Bibliotecas Itinerantes e Fixas da Fundação Calouste Gulbenkian, um cargo que viria a cumular, a partir de 1984, com a direção do Boletim Cultural daquele serviço e da revista Colóquio/Letras.

A sua Obra Poética, editada pela Assírio e Alvim e apresentada dia 16 de dezembro na Fundação, com mais de 800 páginas foi organizada e revista por Luis Manuel Gaspar. Esta edição inclui todos os livros e conjuntos de poemas organizados e publicados pelo autor, nomeadamente Obra Poética 1948-1988, com introdução de Eduardo Prado Coelho, e a sua obra posterior: Lisboa — Luzes e Sombras (1992), Música de Cama (1994), e Rime Petrose, cinco sonetos publicados na revista Colóquio/Letras em janeiro de 1995. Inclui ainda o Cancioneiro de Natal, iniciado em 1960 e que o autor considerava uma «obra “aberta” ou “em suspenso”», e agora concluído com um poema de 1995, «Som de Natal».

Além de Guilherme de Oliveira Martins, administrador da Fundação Calouste Gulbenkian, estarão presentes na cerimónia, para apresentar o livro, Vasco David (editor da Assírio e Alvim), Fernando Pinto do Amaral (poeta) e David Ferreira. Jorge Silva Melo lerá ainda alguns poemas e Camané cantará alguns fados com letra de David Mourão-Ferreira. A entrada é livre.