6 Agosto 2020 Parcerias para o Desenvolvimento

Kits de impressão 3D para apoio aos PALOP

A Fundação Calouste Gulbenkian vai entregar 12 kits de impressão 3D a instituições de ensino superior, tecnologia ou de investigação dos PALOP.

© DR
Impressora 3D © DR

Numa fase mais imediata, estes kits vão permitir a disponibilização gratuita de consumíveis de saúde para apoiar a capacidade de resposta à Covid-19 das instituições de saúde parceiras. Cada conjunto é composto por duas impressoras 3D, consumíveis, formação a distância e uma linha de apoio online.

Estes apoios sao concedidos no âmbito de um concurso, aberto pela Fundação com o propósito  de aproximar as instituições universitárias e científicas das instituições de saúde nestes países. Pretende-se, também, a médio prazo, reforçar as iniciativas de inovação social, permitindo a disponibilização deste equipamento para fins de investigação, ensino e outras iniciativas piloto.

Em Angola serão entregues kits em Luanda (à Universidade Agostinho Neto, parceira do Hospital Américo Boavida, e ao Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências, parceiro da Clínica Girassol), em Benguela (ao Instituto Superior Politécnico da Universidade Katyavala Bwila, parceiro da Direção Municipal de Saúde de Benguela) e em Moçâmedes (à Academia de Pescas e Ciências do Mar do Namibe, parceira do Gabinete Provincial de Saúde do Namibe).

Já Moçambique vai receber cinco destes conjuntos: em Maxixe (Universidade Save, parceira da Direção Provincial de Saúde de Inhambane), em Nampula (Universidade Rovuma, parceira do Hospital Central de Nampula, e Universidade do Lúrio, parceira da Direção Provincial de Saúde de Nampula), na Beira (Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Zambeze, parceira da Direção Provincial de Saúde da Beira) e em Maputo (Associação para a Promoção do Desenvolvimento através da Formação em Ciência “Osuwela”, parceira do Hospital Central de Maputo).

O Instituto Superior de Ciências da Saúde Dr. Victor Sá Machado – Universidade de São Tomé e Príncipe, em parceria com o Hospital Central Dr. Ayres de Menezes, vai também receber um destes kits.

Os últimos dois conjuntos irão para Cabo Verde, para a Praia (Universidade Jean Piaget, parceira do Instituto Nacional de Saúde Pública) e para São Vicente (Universidade Técnica do Atlântico, parceira do Hospital Baptista de Sousa).

Dados os atuais constrangimentos à circulação internacional, espera-se que os kits comecem a ser entregues às instituições a partir de setembro e até ao final do ano.