Concertos para um novo ano

Este ano, até ao final de maio, a Gulbenkian Música apresenta mais de sete dezenas de espetáculos no Grande Auditório. Deixamos aqui algumas sugestões de concertos com música de várias épocas, estilos e latitudes, com o Coro e Orquestra Gulbenkian a assumirem o habitual protagonismo na temporada.
Veja a programação completa da Temporada 2016/2017.

 

Amor e êxtase

Quinta-feira, 12 janeiro às 21:00 – ver evento
Sexta-feira, 13 janeiro às 19:00 – ver evento

Orquestra Gulbenkian
Lorenzo Viotti
 (Maestro)
Karine Deshayes (Meio-Soprano)

Richard Wagner Tristão e Isolda: Prelúdio do 1.º Ato

Ernest Chausson Poème de l’amour et de la mer, op. 19

Claude Debussy Prélude à l’après-midi d’un faune

Alexander Scriabin Le Poème de l’extase, op. 54

O jovem maestro Lorenzo Viotti dirige pela primeira vez a Orquestra Gulbenkian num programa que junta obras emblemáticas dos repertórios de Wagner, Chausson, Debussy e Scriabin. Vencedor do Prémio Jovem Maestro atribuído pelo Festival de Salzburgo, Lorenzo Viotti foi percussionista da Filarmónica de Viena, enveredando posteriormente pela direção de orquestra.

 

Maratona Mozart

Domingo, 22 janeiro às 16:00 – ver evento
Domingo, 22 janeiro às 20:00 – ver evento

Cuarteto Casals
Abel Tomàs
 (Violino)
Vera Martínez (Violino)
Jonathan Brown (Viola)
Arnau Tomàs (Violoncelo)

Wolfgang Amadeus Mozart
Quarteto para Cordas n.º 14, em Sol maior, K. 387
Quarteto para Cordas n.º 15, em Ré menor, K. 421
Quarteto para Cordas n.º 16, em Mi bemol maior, K. 428

Uma maratona totalmente dedicada a Wolfgang Amadeus Mozart será oferecida pelo Quarteto Casals nesta sua nova apresentação no Grande Auditório. Ao longo de um domingo, esta exímia formação de cordas dará a ouvir os seis quartetos que Mozart dedicou a Haydn compostos, entre 1782 e 1785.

 

As Estações Harmónicas

Sábado, 28 janeiro às 21:00 – ver evento

Wang Li (Berimbau / Flauta Calabash)
Wu Wei (Sheng)

O duo chinês Wu Wei e Wang Li apresenta um concerto inspirador com os sons dos seus instrumentos orientais: sheng, berimbau e flauta calabash. Wang Li viveu quatro anos num mosteiro francês, entregando-se a uma introspeção que encontrou um eco perfeito na sua música e que se reflete neste concerto intitulado As Estações Harmónicas.

 

Adriana Calcanhotto

Sexta-feira, 3 fevereiro às 21:00 – ver evento

Adriana Calcanhotto (Voz)
Arthur Nestrovski (Guitarra)

Das Rosas

Adriana Calcanhoto regressa ao palco da Fundação Gulbenkian para uma viagem pela música e poesia portuguesa e brasileira, com poemas de Luís de Camões, Mário de Sá-Carneiro, Fernando Pessoa, Fiama Hasse Pais Brandão, Vinicius de Moraes, Dorival Caymmi, Tom Jobim e Chico Buarque. Este espetáculo foi criado pela artista para ser apresentado no encerramento das comemorações do 725.º aniversário da Universidade de Coimbra.

 

Ópera Acis and Galatea

Quinta-feira, 23 fevereiro às 21:00 – ver evento
Sexta-feira, 24 fevereiro às 19:00 – ver evento

Coro e Orquestra Gulbenkian
Leonardo Garcia Alarcón
 (Maestro)
Ana Quintans (Soprano)
Marco Alves dos Santos (Tenor)
André Henriques (Barítono)

Leonardo Garcia Alarcón e Marie Mignot Ação Cénica

Georg Friedrich Händel Acis and Galatea, HWV 49

A ópera antiga terá também lugar nesta temporada com uma produção semiencenada de Acis and Galatea de Handel, dirigida por um especialista em música barroca, o maestro argentino Leonardo Garcia Alarcón. Coro e Orquestra Gulbenkian sobem ao palco com um trio de solistas nacionais para fazer reviver este amor trágico imortalizada nas Metamorfoses de Ovídio. A ação cénica estará a cargo do próprio maestro e também de Marie Mignot.

 

Almada Negreiros em concerto

Quinta-feira, 23 março às 21:00 – ver evento

Orquestra Gulbenkian
Nuno Coelho Silva
(Maestro)

Darius Milhaud – Le Boeuf sur le toit, op. 58

Erik Satie – Parade

Salvador Bacarisse – La tragedia de Doña Ajada (suite)

Em estreita ligação com a exposição Almada Negreiros. Uma maneira de ser moderno, a Gulbenkian Música vai apresentar uma suite do músico espanhol Salvador Bacarisse, La tragedia de doña Ajada, estreada em 1929 para acompanhar poemas de Manuel Abril. A estreia desta peça ficou marcada por uma colaboração com Almada que criou uma série de ilustrações que foi projetada numa lanterna mágica e que será reproduzida neste espetáculo. Este concerto, que respira o ambiente de cruzamento das artes vivido no início do século XX, inclui também obras de Satie e de Milhaud e é dirigido por Nuno Coelho Silva, o vencedor do primeiro Prémio Jovem Músico de Direção de Orquestra.

 

Waltraud Meier

Quinta-feira, 6 abril às 21:00 – ver evento

Orquestra Gulbenkian
Frédéric Chaslin
 (Maestro)
Waltraud Meier (Meio-Soprano)

Franz Schubert – Rosamunde, D. 797: Abertura

Gustav Mahler – Canções Sobre a Morte das Crianças

Franz Schubert – Rosamunde, D. 797: Entreatos

Gustav Mahler – Lieder Rückert

Depois do grande recital da temporada passada em que deu a ouvir o ciclo Wesendonck Lieder de Richard Wagner, a meio-soprano alemã Waltraud Meier, uma das grandes intérpretes da atualidade, traz agora um reportório de Lieder de Gustav Mahler sobre poemas de Friedrich Rückert. Acompanha-a a Orquestra Gulbenkian, dirigida pelo maestro francês Frédéric Chaslin.

 

Morte e Transfiguração

Quinta-feira, 4 maio às 21:00 – ver evento
Sexta-feira, 5 maio às 19:00 – ver evento

Coro e Orquestra Gulbenkian
Susanna Mälkki
 (Maestrina)

Jonathan Harvey – Messages

Richard Wagner – Parsifal: Prelúdio do 1.º Ato

Richard Strauss – Morte e Transfiguração, op. 24

Após ter dirigido em dezembro no Met, com grande sucesso, a ópera L’amour de Loin de Kaija Saariaho, com transmissão em direto no Grande Auditório da Fundação,  a maestrina Susanna Mälkki reencontra a Orquestra Gulbenkian para dar a ouvir um programa com obras de Richard Wagner e Richard Strauss. Será também tocada uma peça do compositor britânico Jonathan Harvey, estreada em 2010, inspirada na hierarquia dos anjos no céu.

 

Música dos Animais

Domingo, 14 maio às 11:00 – ver evento
Domingo, 14 maio às 16:00 – ver evento

Orquestra Gulbenkian
Samuel Barsegian
 (Maestro)
Bin Chao (Violino)

Nikolai Rimsky-Korsakov – O voo do moscardo

Camille Saint-Saëns – O Carnaval dos Animais: “O Cisne”

Gioachino Rossini – Abertura da ópera La gazza ladra

He Zhanhao – The Butterfly Lovers Violin Concerto

Este concerto de domingo, para toda a família, é dedicado ao mundo dos animais, juntando algumas das obras mais conhecidas deste reportório temático como O voo do moscardo de Rimsky-Korsakov ou O Carnaval dos Animais de Camille Saint-Saens. Como habitualmente nestes concertos, a Orquestra Gulbenkian tocará em duas sessões, a primeira às 11h00 e depois às 16h00.

 

O Sonho de Gerontius

Quinta-feira, 25 maio às 21:00 – ver evento
Sexta-feira, 26 maio às 19:00 – ver evento

Coro e Orquestra Gulbenkian
Paul McCreesh
 (Maestro)
Anna Stéphany (Meio-Soprano)
Jeremy Ovenden (Tenor)
Andrew Foster-Williams (Barítono)

Edward Elgar – The Dream of Gerontius, op. 38

Estreada no Festival de Birmingham em 1900, o Sonho Gerontius é uma das peças principais do compositor britânico Edward Elgar, que se inspira num poema de John Henry Newman para descrever o percurso da alma de um homem, desde o leito de morte, até ser julgada por Deus e conduzida ao Purgatório. Paul McCreesh dirige a Orquestra Gulbenkian neste concerto.