Amadeo já tem placa em Paris

Número 20, Rua Ernest Cresson, bairro de Montparnasse.

O número 20, da Rua Ernest Cresson, no bairro de Montparnasse, em Paris, tem desde o dia 19 de novembro uma placa com o nome de Amadeo de Souza-Cardoso.

Nela se pode ler “Aqui viveu e trabalhou o pintor português Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918) um dos precursores da Arte Moderna”. Apesar de ter tido várias residências na cidade, este lugar foi escolhido pelo artista para viver e trabalhar entre o final de 1912 e o início de 1914, uma época determinante para a sua obra.

A iniciativa partiu da câmara de Paris, presidida por Anne Hidalgo, e do autarca Hermano Sanches Ruivo na sequência da grande exposição do artista no Grand Palais, entre abril e julho deste ano. A exposição organizada pela Fundação Gulbenkian e pelo Grand Palais revelou a obra de Amadeo que até aqui tinha sido apresentada regularmente em exposições nacionais, sem a projeção internacional merecida.

Os anos que Amadeo viveu em Paris, nomeadamente na Rue Ernest Cresson, foram fundamentais para a sua obra. Em 1913, Amadeo participou no Armory Show, nos Estados Unidos, e no 1.º Salão de Outono em Berlim. Na fotobiografia de Amadeo, com coordenação científica de Helena de Freitas, pode ler-se: “No final de 1913 ou no início de 1914, Amadeo expôs o álbum XX Dessins, e provavelmente os desenhos originais concebidos para a sua edição, na Escola de Artes e Ofícios de Hamburgo. Esta terá sido porventura a primeira exposição individual, curiosamente realizada fora do seu país de origem e do seu país de acolhimento (França).”