16 Outubro 2020 Comunidades Arménias

Ajuda humanitária a arménios de Nagorno-Karabah

A Fundação Gulbenkian fez uma doação humanitária de 100 mil dólares aos arménios  de Nagorno-Karabakh através do Hayastan All Armenian Fund, a organização pan-Arménia para o desenvolvimento.

Estátua Nagorno Karabakh © DR

Em solidariedade com os  civis arménios a sofrer com o conflito armado atualmente em curso na região, esta doação pretende contribuir para reforçar a ajuda humanitária e disponibilizar materiais para assistência médica.

A Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian diz que este apoio é uma forma de “ dar continuidade ao legado de Calouste Sarkis Gulbenkian e manter a longa tradição de apoio humanitário ao povo Arménio quando este enfrenta períodos de maior dificuldade”. Isabel Mota considera que em 2020 “os desafios foram muitos, especialmente no Médio Oriente e na Arménia. Da mesma forma que o nosso Fundador apoiou os refugiados Arménios nos anos 1920s, com esta doação estamos a apoiar as vítimas da guerra.”

Este ano, a Fundação já prestou apoio humanitário aos arménios em mais do que uma ocasião. Em abril, foram doados 50 mil dólares numa iniciativa em parceria com o Alto Comissariado para Assuntos da Diáspora da Arménia juntamente com várias organizações da diáspora. Esta doação contribuiu para a compra de material médico e equipamentos de proteção individual para ajudar, numa primeira instância, na luta contra a pandemia Covid-19.

Foi igualmente necessário reforçar o apoio humanitário à comunidade arménia no Líbano em resposta à destruição causada pela explosão no passado mês de agosto  no porto de Beirute. Até ao final do ano, a Fundação vai procurar apoiar outras comunidades arménias que enfrentem dificuldades no Médio Oriente.