Residências artísticas nos PALOP

Apoio para as áreas das Artes visuais e Dança

Data de encerramento alterada para 7 de novembro 2018

O Programa Gulbenkian Parcerias para o Desenvolvimento vai apoiar a realização de residências artísticas de âmbito internacional nos PALOP (Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe) nas áreas das Artes Visuais e da Dança.

Elegibilidade

Destina-se a estruturas da cena artística sedeadas nos PALOP, legalmente constituídas e idóneas, que queiram apresentar projetos de criação ou consolidação de residências artísticas internacionais, com atividade comprovada na cena artística do país onde estão sedeadas.

Os projetos candidatos devem assegurar:

Três edições (uma por ano) da residência artística num dos PALOP;
Duração mínima de três semanas por edição;
Um painel tutorial de reconhecimento assegurado na sua área disciplinar;
Um mínimo de sete e um máximo de 12 residentes por edição, sendo 40% das vagas destinadas a estrangeiros (relativamente ao país onde a residência decorre);
Uma apresentação pública dos trabalhos por edição.

Metodologia

A candidatura é efetuada em duas fases. A 2.ª fase destina-se às candidaturas pré selecionadas na 1.ª fase.

Candidatura

  1. Faça login para criar uma conta
  2. Leia atentamente o regulamento e junte toda a documentação necessária antes de submeter a candidatura.
  3. Clique no formulário próprio. Será criado o seu processo.
  4. Depois de preencher a página de candidatura poderá fazer o upload dos documentos obrigatórios e acompanhar o seu processo futuramente (guarde os dados de login).
  5. As candidaturas só são aceites até às 15:00 (hora de Portugal) do dia 7 de novembro de 2018.  Aconselhamos a que não deixe a sua candidatura para os últimos dias do prazo. Os resultados são conhecidos em meados de janeiro de 2019.